Tiago Abravanel vive Tim Maia no show Vale Tudo

Em julho de 1997, o jornalista Nelson Motta estava em Nova York quando recebeu uma ligação de Tim Maia (1942-1998) e foi encontrar o amigo. Seria a última vez que os dois se veriam. Numa conversa regada a café, ovos mexidos, skunk e haxixe, o síndico falou das viagens que estava fazendo naquele país, repetindo trajetos de 36 anos antes, quando sua temporada por lá foi interrompida e ele, deportado. Maia ainda jurou que não estava mais faltando aos seus shows, um costume que virou uma marca do cantor.

AE, Agência Estado

08 de março de 2012 | 11h02

Seja por causa de seus bolos ou de sua partida precoce, quem não pôde ver o grande Tim no palco tem agora, de alguma forma, a chance de matar a vontade ou a saudade do seu potente vozeirão em Tim Maia - Vale Tudo, o Musical, produção que estreia amanhã no Teatro Procópio Ferreira e foi inspirada na biografia que Motta fez sobre o amigo, que conheceu em 1969, durante a gravação de um disco de Elis Regina.

Após temporada de sucesso no Rio, que atraiu mais de 100 mil pessoas, o musical, que tem direção de João Fonseca, chega com status de fenômeno, além de ter coroado sua estrela central, Tiago Abravanel, que interpreta o cantor niteroiense. O burburinho em torno do espetáculo fez com que, antes mesmo da estreia, quase todas as sessões deste mês se esgotassem.

Neto de Silvio Santos, Tiago Abravanel, de 24 anos, é filho de Cíntia, a filha número um do Homem do Baú. Embora Tim Maia seja seu primeiro papel de grande destaque, Tiago já fez outros sete musicais, incluindo Miss Saigon e Hairspray. Recentemente, esteve no elenco de Amor e Revolução, novela do SBT. No entanto, já está certo que Abravanel vai passar para o outro lado. Convidado pela autora Gloria Perez, Abravanel estará no elenco de Salve Jorge, novela das 9 que deve estrear ainda este ano na Globo. O ator, inclusive, esteve na festa que anunciou as novidades do canal.

Estruturado em blocos temáticos, repletos de sucessos do síndico do Brasil, o musical parte da infância de Sebastião Rodrigues Maia, o caçula de uma família de 13 filhos. São mostradas as primeiras bandas das quais Tim fez parte, como a The Snakes, quando conheceu Roberto Carlos, Jorge Ben Jor e Erasmo Carlos. Outro momento de destaque é exatamente a tal viagem aos EUA, em 1969. A eclosão da Jovem Guarda, o primeiro disco, o primeiro amor, além da fase Racional e sua tremenda popularidade também entram na peça. As informações são do Jornal da Tarde.

Tim Maia - Vale Tudo - Teatro Procópio Ferreira. Rua Augusta, 2.823. Tel.: 3083-4475. Estreia amanhã, às 21h30. Até 24/6. Quinta e sábado, às 21h; sexta, às 21h30; e domingo, às 18h. Ingressos: R$ 50 a R$ 150. 14 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
showTim Maia - Vale Tudo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.