Imagem Fábio Porchat
Colunista
Fábio Porchat
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Tia Vera, por causa dela tive a melhor infância do mundo

Eu passei minha infância na casa da Tia Vera. Meus primos André e Luizinho tinham mais ou menos a minha idade e éramos muito próximos. Eu me lembro de muitas coisas, todas muito boas. Ir para a casa da Tia Vera era como ir para um parque de diversões.

FÁBIO PORCHAT, O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2014 | 02h06

A luta dos meus pais era a mesma: me levar embora. Eu queria ficar até o mais tarde possível. Eu fecho os meus olhos e consigo ouvir a risada da Tia Vera. Rouca, ofegante por conta do cigarro, com os dentes todos à mostra, gostosa de se ouvir...

Tia Vera me deu os presentes mais legais que uma criança podia querer ganhar. Eu penso na minha Tia Vera e fico feliz, porque me lembro da sua torta de limão, dos jantares que sempre saíam no mesmo horário, das broncas que ela dava em todo mundo porque sua parede branca estava com uma imensa marca de mão suja de terra, da lareira, do campo de futebol nos fundos da casa, que era a alegria de todas as crianças, da reunião de família naquela sala tão cheia de memórias, do Seu Homero, da Quica, da piscina, do ano-novo que minha irmã caiu da escada, dela perdida no estacionamento do shopping, das histórias que ela me contava do meu avô.

Foi ela que me contou como era o meu avô, que eu não conheci, o ídolo do meu pai. Ela que me contava da infância das minhas tias e do meu pai. Ela que me falava do tio Fernando. Sentar na sala e ficar conversando com a Tia Vera era mais uma das coisas que fazia naqueles dias, dias tão especiais.

Era divertido estar ali, deitado no sofá, batendo papo e sendo picado pelos milhões de mosquitos que invadiam a casa dela depois das cinco da tarde. Eu não vou me esquecer nunca da Tia Vera e queria que a vida não deixasse nunca ela se esquecer de mim. Queria que ela soubesse que, por causa dela, eu tive a melhor infância do mundo! E eu quero que os meus filhos também tenham uma Tia Vera na vida deles. Uma pessoa que represente tanta coisa boa. Queria que ela soubesse que ela fez tudo certo. E que, mesmo que ela não saiba, ela vai estar comigo pro resto da vida, porque a cada sorriso que eu dou hoje, uma parte dele só é possível por causa da Tia Vera.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.