"The West Wing" é recorde no Emmy com 9 prêmios

The West Wing, o seriado da emissora americana NBC sobre a Casa Branca, ganhou nove Emmys na 52ª edição da premiação e bateu o favorito Família Soprano, do HBO, que ficou com apenas uma estatueta. Outro programa da NBC que fez bonito na cerimônia da Academy of Television Arts & Sciences foi a série gay Will & Grace.The West Wing levou cinco prêmios na noite de ontem, no Shrine Auditorium, em Los Angeles, mais quatro entregues em uma cerimônia anterior de Emmys técnicos. A série, estrelada por Martin Sheen como o presidente dos Estados Unidos, quebrou o recorde de prêmios em uma mesma temporada, que era de E.R. (Plantão Médico) e Hill Street Blues, com oito Emmys cada no final de suas temporadas de estréia.Família Soprano tinha chegado ao prêmio com o recorde de 18 indicações, o mesmo número de The West Wing. O seriado campeão de prêmios do ano passado, no entanto, ganhou apenas um: o de melhor ator em uma série dramática para James Gandolfini, que interpreta o chefão mafioso Tony Soprano.Entre as séries de comédia, a grande vencedora deste Emmy foi Will & Grace (exibida no Brasil pelo canal Sony), sobre um homem gay e sua melhor amiga heterossexual. Megan Mullally e Sean Hayes ganharam os prêmios de melhor atriz e ator coadjuvantes em uma série de comédia. Will & Grace também levou o prêmio de melhor seriado de comédia.Outro prêmio "gay" da noite foi para Vanessa Redgrave, que levou O Emmy de melhor atriz coadjuvante pelo filme If These Walls Could Talk 2, do HBO, em que fazia o papel de uma lésbica. O transformista britânico Eddie Izzard, que também não estava na platéia, levou duas estatuetas: as de melhor especial de comédia e melhor roteiro de um programa especial, para Eddie Izzard: Dress to Kill.Aplaudido de pé - Um dos grandes vencedores da noite foi Michael J. Fox, que ganhou o prêmio de melhor ator de uma série de comédia por Spin City (Sony), do qual saiu no final da temporada passada em maio. O ator, que trata de seu Mal de Parkinson e quer passar mais tempo com a família, foi aplaudido de pé. Ele disse que está "ok" e, aos risos, que seu corpo está "relativamente funcional".O prêmio de melhor atriz de uma série de comédia ficou com Patricia Heaton, de Everybody Loves Raymond (Sony). Sela Ward levou o mesmo prêmio para uma série dramática, por Once and Again (Sony). As favoritas na categoria eram Edie Falco e Lorraine Bracco, ambas de Família Soprano. Allison Janney levou o Emmy de melhor atriz coadjuvante de uma série dramática, por seu papel de secretária de imprensa da Casa Branca em The West Wing. A categoria de melhor ator coadjuvante ficou com Richard Schiff, do mesmo programa.Além de Família Soprano, com seu único Emmy, Sexo e a Cidade foi outro show que decepcionou na premiação. A série do HBO estrelada por Sarah Jessica Parker foi uma das mais populares da temporada passada na TV americana, mas não levou nenhuma estatueta na noite de ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.