Textos raros de Gilberto Freyre são reeditados

A Companhia das Letras relança o livro Interpretação do Brasil, que traz as seis conferências do sociólogo pernambucano Gilberto Freyre realizadas em 1944, na Universidade do Estado de Indiana, Estados Unidos. Os textos foram publicados no Brasil uma única vez, em 1947. Eles tratam do processo de fusão de raças e culturas no Brasil e são baseados em outros trabalhos do autor, como Casa Grande & Senzala. A publicação organizada por Omar Ribeiro Thomaz e traduzida por Olívio Montenegro é o 19.º volume da Coleção Retratos do Brasil.Contexto - Numa fase atormentada pela guerra, Gilberto Freyre apresenta o País como um exemplo para o mundo em questão de tolerância religiosa, étnica e social. Interpretação do Brasil é reflexo das discussões correntes na década de 40 sobre o assunto na América Latina em geral, e no Brasil em particular, em comparação com o padrão social observado nos Estados Unidos e Europa. A colonização é apontada como fator diferencial destes processos. O catolicismo português e espanhol teria contribuído para um formato social universalista em que a relação entre diferentes grupos étnicos e raciais tendia a produzir sociedades miscigenadas cultural e racialmente. Assim, os conflitos poderiam ser superados mais facilmente.Interpretação do Brasil - Gilberto Freyre. Companhia das Letras. 360 páginas, R$ 26.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.