Tevês pagas estréiam novos seriados

Para quem gosta de seriados americanos, janeiro vai ser um prato cheio de estréias. A Sony e a Warner separaram na manga alguns trunfos para rechear a programação de férias e aumentar o apetite dos maníacos pelas receitas enlatadas da terra do Tio Sam.Como algumas séries entram em férias antes de lançarem sua próxima temporada, os dois canais tiveram de arrumar outras atrações que as substituam. Algumas são estréias recentes, do mês de dezembro; outras nunca pisaram por aqui antes.Na Warner, todas as quartas-feiras, a partir desta quarta-feira, às 22 h, Resurrection BLVD conta a história de uma família latina, composta pelo viúvo Roberto Santiago e seus cinco filhos, moradores de Los Angeles. Três estréias recentes marcam a quinta-feira do canal. Neste dia, a Warner metralha Gilmore Girl, às 21 h, Providence, às 22 h, e Titans, às 23 h, todas tendo como tema as relações entre pais e filhos.Também às quintas, mas na Sony, Geena Davis protagoniza a série The Geena Davis Show, às 21h30, que substitui a cômica Movie Stars. A atriz segue a tendência de trocar o cinema pela tevê, como fez Bette Midler, em Bette, Charlie Cheen, em Spin City, Martin Cheen e Rob Lowe, em West Wing. Geena faz o papel de Teddie Cochran, uma novaiorquina que se casa com um viúvo do interior, pai de dois filhos. Trocar a independência de sua vida de solteira pela convivência em uma família já formada provoca uma guinada em sua rotina, enchendo-a de novos problemas, que só com a ajuda de muito bom humor poderão ser solucionados.No sábado da Sony, às 8 h, Seventhy Heaven entra no lugar de Cosby Mysteries e, como só foram produzidos oito episódios de Young Americans, a série será substituída, às 20 h, por Wasteland. Do mesmo criador de Dawson´s Creek, Kevin Williamson, a história do cotidiano de seis amigos de faculdade não fez muito sucesso nos EUA. A série Popular, cuja trama mostra o que as meninas americanas entre 16 e 18 anos são capazes de fazer para serem populares dentro e fora da escola, saiu do ar e só volta em fevereiro. Enquanto isso, a Sony colocou em seu lugar, às segundas-feiras, Dawson´s Creek, às 22 h, e The 70´s, às 23 h, com início já no dia 1.º.Na Warner, o lançamento da segunda-feira foi O Fugitivo, às 21 h. O personagem Richard Kimble, que é acusado de ter assassinado a esposa e perseguido por todo o país, já se escondeu em um seriado de tevê, na década de 60, fugiu nas telas do cinema, na pele de Harrison Ford, e agora está em nova versão, vivido pelo ator Tim Daily. Na terça, a comédia estrelada por David Krumholtz, The Trouble with Normal, na qual o protagonista, Bob, é um cara convencido de que o mundo o vigia a todo momento, foi trocada por Michael Richards Show, às 22h30. A série marca a volta à tevê do ator que vivia o Kramer no seriado Seinfeld. Com métodos pouco convencionais, a maneira pela qual o detetive Vic Nardozza desvenda seus casos na história não agradou muito nos Estados Unidos. Exibido em 2000 pela NBC, a audiência baixa quase não compensava o custo de cada episódio, em torno de US$ 1,2 milhão. Mas quem sabe não emplaca entre brasileiros?

Agencia Estado,

02 de janeiro de 2001 | 21h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.