Termina temporada dos guerreiros chineses em SP

O último dia da exposição da China na Oca do Parque Ibirapuera, na zona sul da capital paulista, exigiu paciência dos visitantes. A previsão para entrada, segundo organizadores era de seis horas. Alguns visitantes ?madrugaram? no local para não perder os detalhes das cerca de 450 peças que compõem os Guerreiros de Xi? An e os Tesouros da Cidade Proibida.Muitas pessoas chegaram na marquise do parque às 7h, duas horas antes da abertura da mostra, que terminou ontem, às 21h. O evento estava na cidade desde o dia 21 de fevereiro e, devido ao grande número de visitantes, chegou a ser prorrogado por mais 20 dias.Segundo os responsáveis, em menos de três meses, o número de pessoas que tinha passado pela mostra era de meio milhão. Na última semana, a média de visitas foi de 8 mil pessoas por dia. Esta foi a primeira vez que uma exposição chinesa deste porte foi realizada fora da Cidade Proibida, na China.A grande atração da exposição foi os 11 Guerreiros de Xi? Na. Todos em tamanho natural, eles pertencem ao exército de 7 mil guerreiros encontrados em escavações arqueológicas, em 1974, na província de Shaanxi.

Agencia Estado,

09 de junho de 2003 | 04h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.