Tela de Monet é danificada por invasores em Paris

Intrusos, aparentemente bêbados, invadiram nesta madrugada o Museu D''Orsay, em Paris, e fizeram um furo na renomada tela "A Ponte de Argenteuil", do pintor impressionista Claude Monet. Uma câmera de vigilância filmou um grupo de quatro ou cinco pessoas entrando no museu, localizado na margem esquerda do Rio Sena, e que guarda uma das maiores coleções de obras de artistas impressionistas. Um alarme soou e o grupo fugiu, mas não antes de danificar a pintura, de valor inestimável, de acordo com a ministra da Cultura da França, Christine Albanel. Nenhuma prisão foi efetivada até o momento. A ministra informou que a pintura pode ser restaurada, mas ela lamenta o que considera um ataque à memória e ao legado da humanidade. A tela foi danificado no centro, onde os intrusos - provavelmente quatro rapazes e uma garota - fizeram um corte de cerca de 10 centímetros. "A ponte de Argenteuil" mostra uma vista do rio Sena em uma de suas curvas na área rural, com destaque para a ponte do título e alguns barcos.

AE-AP, Agencia Estado

07 Outubro 2007 | 15h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.