Teatro de Epifanias capta a liberdade de Frida Kahlo

Mesmo quem não ouviu falar do Teatrode Epifanias, grupo paulistano criado em 1998, deve ter ouvidofalar no elogiado infantil Teresinha e Gabriela - Uma na Rua eOutra na Janela, sua mais recente criação. Pois o grupo voltaao palco com um novo espetáculo, que estréia nesta sexta-feira, 6, numasala do 3.º andar do Sesc Consolação, não por acaso quando secomemora o centenário da artista que foi fonte de inspiração deYo Soy o Que a Água me Deu Frida. Por sua linguagem, essa montagem pode ser uma boa portade entrada para penetrar no universo artístico de Frida Kahlo,sobretudo para os jovens, uma vez que a recomendação de faixaetária é a partir dos 14 anos. Com encenação de Wagner deMiranda e pesquisa de Lilih Curi, que também integra o elenco deoito performers, esse universo ganha expressão no palco por meiode imagens, sejam elas criadas pelo corpo dos atores, sejamatravés de máscaras, projeções de vídeo ou instalaçõescenográficas. Trata-se de um espetáculo multimídia que mescla aslinguagens da dança, do cinema e das artes plásticas. Yo Soy o Que a Água Me Deu Frida. 70 min. 14 anos. SescConsolação - Espaço Provisório 3.º andar (70 lug.). Rua Dr. VilaNova, 245, 11-3234-3000. 5.ª e 6.ª, 21 h. R$ 8. Até 27/7

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.