Teatro a preço popular faz sucesso em BH

Os primeiros números da 27ª Campanha de Popularização do Teatro e Dança de BH estão surpreendendo. Em duas semanas, foram vendidos 45.891 ingressos para os 74 espetáculos em cartaz na cidade. Além das vendas expressivas, a organização está alcançando outro objetivo. Em outras edições, o público prestigiava somente dois ou três espetáculos. Mas segundo a organização, praticamente todos os espetáculos adultos tiveram casa cheia no último fim de semana. As campeãs de bilheteria continuam sendo as comédias. Em primeiro lugar está Acredite, um Espírito Baixou em Mim, com 10.715 ingressos vendidos, seguida de Como Sobreviver Em Festas E Recepções Com Buffet Escasso, com 5.599. Ambos os espetáculos já estão com lotação esgotada até fevereiro. A terceira peça mais vendida também é comédia, Perigo, Mineiros em Férias. Entre os infantis, os campeões são Flicts e Os Três Porquinhos. Na dança, os mais procurados são Desiderium, Memórias de Meio Milênio e Bagagem. Dos 45.891 ingressos vendidos até o último dia 14, 40.610 foram dos espetáculos para público adulto, 4.389 dos infantis, e 892 dos espetáculos de dança, que estréiam somente em fevereiro. A média é de 22.945 ingressos por semana, mais do que o dobro da média da campanha de 1999, que vendeu 10.328 ingressos por semana. A 27ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Cultura e da Associação Mineira de Produtores de Artes Cênicas (Amparc). A campanha ultrapassa os limites de Belo Horizonte e também acontece em Nova Lima, Contagem e Sabará. Ao todo, são 74 espetáculos, entre 41 para adultos, 24 infantis e 9 de dança, com ingressos a R$ 4 e R$ 5. A campanha é dividida em duas fases: até o dia 28 de janeiro são apresentadas as peças de teatro, e de 29 de janeiro a 18 de fevereiro são apresentados os espetáculos de dança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.