Tássia Camargo estréia peça de Harold Pinter

Muitos artistas veteranos ainda torcem o nariz ao receber um convite para o elenco de Malhação. Ao contrário deles, Tássia Camargo anda muito satisfeita em trabalhar ao lado de seus jovens e inexperientes colegas de gravação. "O programa tem um astral ótimo. Se eu puder, vou ficar muito tempo por lá", diz ela. Depois de passar 25 anos na telinha da Globo, Tássia diz que agora sua prioridade é o teatro. "Só posso fazer televisão se puder fazer também teatro. Não consigo mais ficar longe do palco. Teatro é a base de tudo. Se algum jovem me perguntasse qual é o melhor caminho para começar uma carreira de ator eu indicaria o teatro para ele", garante.Para celebrar sua paixão pelos palcos, Tássia estréia hoje a peça O Amante, que fica em cartaz na capital até 13 de junho. "A história fala sobre um casal que não mede esforços para salvar um casamento de 15 anos. Tentando evitar uma separação, os dois recorrem a fetiches perigosos", conta Tássia. Assinado por Harold Pinter, O Amante é um clássico do teatro inglês moderno. Quem divide a cena com Tássia é Flávio Galvão, sob direção de Édi Botelho. "Tenho certeza de que muita gente da platéia vai se identificar com a história. O texto é bem divertido." Para o próximo ano, a atriz também já fez planos. Ela vai partir para os ensaios da peça As Mulheres de Machado de Assis, que contará com a direção de Ney Costa Santos.

Agencia Estado,

16 de abril de 2004 | 11h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.