Sushi Ba.Yano chega à Vila Madalena

Depois de conhecer o sucesso na Água Branca, o sushiman Wilson, cuja origem dá o nome à casa, levou o seu Sushi Ba.Yano para a Vila Madalena. Uma casa com vocação boêmia, que vai até a madrugada e com pretensão de ser mais fina, sem os populares rodízios da casa mãe. Os sushis agradaram bastante, mas nunca é fácil manter a qualidade em dois lugares. Realmente um desafio.Wilson Alcântara da Rocha é do sul da Bahia, começou lavando pratos no Benihama, em 1984, onde deu os primeiros passos na profissão. Passou pelo Kamiya Sushi, Enomoto e Nanako e ficou durante muito tempo no pequeno e muito bom Mori-Mori, também na região da Água Branca, na Rua Melo Palheta.Há uns dois anos, ele e seu sócio Gilson Alves de Barros abriram o Sushi Ba.Yano na Rua Barão de Tefé, atrás do Market Plaza da Água Branca, ocupando o ponto de uma antiga churrascaria. No começo, a casa não tinha nem jeito de restaurante japonês, mas a aparência foi sendo melhorada e a qualidade dos sushis se impôs. Uma casa familiar, com Heloísio, irmão de Wilson, comandando a elaboração dos pratos quentes. Atualmente, Wilson fica nos almoços na Água Branca e vai para a Vila Madalena à noite. Na casa original, a equipe já está entrosada e, pelo menos por enquanto, o rodízio de sushis e sashimis, o esteio da casa, continua atraente (R$ 18,90 no almoço e R$ 22 à noite).Agora, Wilson e seus sócios se lançaram num projeto mais ambicioso no Sushi Ba.Yano da Vila, que é bem maior, mais espaçoso e mais variado. O restaurante fica na esquina das ruas Harmonia e Aspicuelta, no mesmo lugar onde funcionou a boa casa italiana Pierpaolo. Uma rampa e uma escada de madeira na ladeira da Rua Harmonia levam ao grande salão com o sushibar ao centro e as mesas dispostas junto às vidraças laterais da casa. Na entrada, um aquário com alguns peixes e também garrafas de espumantes, um lembrete de que a casa serve esses vinhos, que ficam ótimos com os sushis.São perto de 16 mesas, três das quais bem típicas, baixas e com espaço rebaixado para colocar os pés. Ao fundo, mais um balcão, onde fica o bar e também a grelha para preparar os pequenos espetinhos típicos robata - uma inovação da casa. Do bar saem muitas "caipirinhas" especiais, coquetéis com frutas, saquê e outras bebidas. A rigor, caipirinha mesmo só a de limão com pinga. O resto não justifica o nome. Ambiente meio rústico, com telhas aparentes, muitas lanternas redondas e bandeirinhas típicas para dar o toque oriental.O cardápio é extenso, segue mais ou menos as linhas principais dos restaurantes japoneses. Ele propõe 13 espetinhos do tipo robata entre R$ 2,20 e R$ 15; sete entradas entre R$ 2,20 e R$ 22; quatro champignons entre R$ 17,50 e R$ 25; quatro tempuras entre R$ 9,50 e R$ 24,50; nove grelhados entre R$ 15,50 e R$ 30,50; três massas entre R$ 18,50 e R$ 29; um macarrão do tipo udon (R$ 19,50) e dois lamen (R$ 18,50 e R$ 19,50). Sushis de primeira - Há ainda no cardápio, 11 combinações de sushi entre R$ 16,50 (simples) e R$ 29,50 (Sushi Ba.Yano com 21 unidades); sete sashimis entre R$ 17 (a porção de kani) e R$ 38 (sashimi de toro, a barriga do atum); seis combinados sushi-sashimi entre R$ 23 (com 22 unidades) e R$ 88 (para duas pessoas, com meia-garrafa de Chandon Brut); oito sushis em forma de cone entre R$ 4,50 e R$ 10,50; oito sushis em porções de duas unidades entre R$ 3,50 e R$ 6,50; sete do tipo hossomaki (envoltos na alga), entre R$ 4,50 e R$ 9,50; e dez do tipo uramaki (envoltos na alga, mas com o arroz por fora) entre R$ 7 e R$ 11,50, além das sobremesas. Os sushis continuam justificando a visita ao Ba.Yano. Os do tipo niguiri - os bolinhos com os peixes crus por cima - com arroz gostoso, são delicados e adequados para se comer de uma só vez. Muito bons mesmo os de salmão, robalo, tainha e polvo. O temaki de enguia cozida com molho especial meio doce é excelente como o temaki especial, com salmão picado, kani e ovas. Enfim, sushis de primeira. Da cozinha, agradou bastante um bolinho de camarão. A massa do guyoza envolvendo uma massa com camarão picadinho. Os espetinhos do tipo robata ainda precisam de uma afinação. O molho que vem com os de vegetais é doce demais e domina o paladar. As lulas são macias, mas sem gosto, também dominadas pelo molho. Serviço simpático.Sushi Ba.Yano - Rua Harmonia, 203, tel.: 3031-9329. De terça a domingo, das 19h às 2h. Aos domingos, das 13h às 16h e das 19h às 23h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.