Jonathan Ernst/ Reuters
Jonathan Ernst/ Reuters

Susan Sarandon é presa durante protesto contra política de imigração de Trump

Atriz e mais de 500 mulheres foram detidas e liberadas, inclusive uma congressista

AFP

29 Junho 2018 | 09h58

A atriz Susan Sarandos foi presa nesta quinta, 28, ao participar de protento contra a política de imigração do presidente Donald Trump. Junto com ela, mais de 500 mulheres também foram detidas, incluindo uma congressista.

A Polícia do Capitólio dos EUA disse que 575 pessoas protestaram sentadas no átrio de um prédio do Senado e foram acusadas de se manifestarem ilegalmente, depois presas e liberadas. Muitas das detidas cantavam e gritavam slogans e carregavam cobertores de emergência semelhantes aos que usavam para abrigar crianças em centros de detenção. 

A deputada democrata Pramila Jayaoal estava entre as manifetantes. "Acabei de ser presa com mais de 500 mulheres e @womensmarch diz que não vamos continuar com a política de tolerância zero do @realDonaldTrump, nem em nosso país, nem em nossa casa", escreveu ele no Twitter. A atriz Susan

Sarandon disse que também foi presa na quinta-feira em Washington, fora do Departamento de Justiça, onde as pessoas se reuniram para protestar. "Presa, continuem forte, continuem lutando, #WomenDisobey", disse a estrela de Hollywood no Twitter. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.