"Survivor" vira mania nacional nos Estados Unidos

Survivor, a versão americana de No Limite, da Rede Globo, virou mania nacional nos Estados Unidos. O programa exibido pela emissora CBS tem atraído uma audiência cada vez maior e já garantiu até seqüências, inclusive uma no espaço. O programa, que entrou no ar na América em 31 de maio, teve 28 milhões de espectadores em um de seus capítulos mais recentes. O número representa um aumento médio de 12 milhões de espectadores em comparação com sua estréia. Há seis semanas a audiência não pára de crescer e chega a ter picos de 31 milhões de espectadores. Um em cada três aparelhos de TV no país está sintonizado em Survivor semanalmente. A tendência é que o crescimento continue à medida em que os participantes forem colocados para fora da ilha (o programa foi rodado em uma ilhota na costa de Bornéu, no Mar do Sul da China). Sobraram 5 dos 16 "náufragos" iniciais. Com tanto sucesso, é natural que seqüências e derivações sejam planejadas. Survivor 2, que vai ser feito no interior da Austrália, já começou a escolher seus participantes, que vão concorrer novamente ao prêmio de US$ 1 milhão. O programa vai ser rodado até o final do ano e tem previsão de ir ao ar na CBS no início de 2001. "TV verdade" no espaço - O produtor da série americana, Mark Burnett, tem planos ainda mais ousados para outro show do mesmo tipo. É Destination Mir, que vai levar a "TV verdade" para o espaço. O game show vai ter como prêmio uma viagem de 10 dias à estação espacial russa Mir. De acordo com o jornal USA Today, o produtor, depois de ter seu projeto rejeitado pela Nasa, assinou o contrato com a empresa russa MirCorp, dona do campo de treinamentos Star City. É lá que entre 13 e 15 competidores vão concorrer, durante um treinamento especial, à chance de viajar à estação espacial. Destination Mir vai ser menos sobre passar seus concorrentes para trás e mais sobre trabalho de equipe e agilidade mental e física. A votação para tirar um competidor de Destination Mir por vez vai ser feita entre os representantes do programa espacial russo. O vencedor vai ser mandado para o espaço, acompanhado de dois astronautas, em um foguete Soyuz tudo com transmissão ao vivo pela TV americana. Dá para imaginar a audiência deste episódio. Em seguida, o programa vai mostrar as aventuras do sujeito na estação e sua volta para a Terra. A MirCorp vai ganhar US$ 20 milhões por Destination Mir apenas da emissora americana que topar pagar a conta. Mais dinheiro deve sair de canais de TV do mundo todo, que vão poder exibir o programa ao mesmo tempo que a emissora ianque. Destination Mir deve ir ao ar em setembro de 2001. Em junho, vai passar uma temporada na estação seu primeiro visitante civil, o milionário Dennis Tito, de 59 anos, que pagou US$ 20 milhões do próprio bolso pela aventura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.