Surgem novas provas apontando 'original' da Mona Lisa

Novos testes numa pintura considerada a versão original da Mona Lisa resultaram em novas provas de que se trata realmente de uma obra do italiano Leonardo da Vinci, disse uma fundação artística da Suíça nesta quarta-feira.

Reuters

13 Fevereiro 2013 | 19h33

Dois testes foram realizados desde a apresentação da tela, conhecida como "Mona Lisa de Isleworth", em setembro passado em Genebra. Um deles foi conduzido por um especialista em "geometria sagrada" e outro pelo Instituto Federal Suíço de Tecnologia.

"Quando agregarmos essas novas conclusões ao conjunto de estudos científicos e físicos que já tínhamos, acredito que qualquer um irá considerar definitiva a evidência de uma atribuição a Leonardo", disse o vice-presidente da fundação, David Feldman.

A "Mona Lisa" que pertence há mais de três séculos ao museu do Louvre, em Paris, por muito tempo foi considerada a versão original do retrato, e alguns especialistas rejeitaram as conclusões apresentadas no ano passado na Suíça.

Mas outros estimularam a Fundação Mona Lisa, grupo internacional que diz não ter interesse financeiro na obra, a realizar esforços para demonstrar sua autenticidade.

(Reportagem de Robert Evans)

Mais conteúdo sobre:
ARTE MONALISA ORIGINAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.