Sul-africano J.M. Coetzee vence Nobel de Literatura

O sul africano John Maxwell Coetzee é o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 2003. Segundo a Academia Sueca, as histórias de Coetzee "estão cuidadosamente construídas, com um diálogo brilhante e análises profundas". Pelo prêmio, o escritor vai receber 10 milhões de coroas suecas, cerca de R$ 3,9 milhões.Há anos cotado como forte candidato ao Nobel, J.M. Coetzee é um escritor de poucos títulos e muitos prêmios. Desde sua estréia em 1974, com Terras de Sombras, lançou doze títulos de ficção. Com Vida e Obra de Michael K, de 83, e Desonra, de 99, tornou-se o primeiro escritor a ganhar duas vezes o Booker Prize, mais importante prêmio literário britânico. No Brasil, já foram publicados também A Vida dos Animais e No Coração do País.Nascido em Cidade do Cabo, em 1940, Coetzee é o segundo autor sul-africano a vencer o Nobel. Em 1991, o prêmio foi para Nadine Gordimer. Confira os vencedores do Nobel de Literatura nos últimos dez anos:2002: Imre Kertesz, Hungria2001: V.S. Naipaul, Trinidad Tobago2000: Gao Xingjian, China1999: Guenter Grass, Alemanha1998: José Saramago, Portugal1997: Dario Fo, Itália1996: Wislawa Szymborska, Polônia1995: Seamus Heaney, Irlanda1994: Kenzaburo Oe, Japão1993: Toni Morrison, Estados Unidos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.