Subcomandante Marcos publica novela em capítulos

O subcomandante Marcos e o escritor mexicano Paco Ignacio Taibo II escrevem uma novela policial-política, que será publicada em capítulos todos os domingos a partir deste final de semana, no jornal La Jornada, com o título Mortos Incômodos.Os primeiros seis capítulos serão escritos alternadamente por cada um deles, e o líder e porta-voz do Exército Zapatista de Libertação Nacional vai dar início à história que terá como tema a segurança nacional, a corrupção e o abuso do poder, disse Taibo II ontem, em entrevista à rádio W."Recebi há alguns dias uma carta do subcomandante propondo o projeto e me pareceu muito divertida a possibilidade deescrever um romance a quatro mãos", assinalou. O autor mexicano disse que os cenários da história serão a selva do Estado de Chiapas e a Cidade do México.Os personagens centrais serão Elías Contreras, um jovem zapatista de origem indígena e Héctor Belascoarán Shayne, um detetive que foi protagonista de vários livros de Taibo II, que é considerado um dos principais expoentes do romance policial no México.O comandante Marcos escreverá os capítulos 1, 3 e 5, enquanto Taibo redigirá o 2, 4 e 6. Taibo não explicou como serão escritos os demais nem quantos serão, mas que os protagonistas vão se encontrar no capítulo sete, na Cidade do México.E que depois de publicada no jornal, a novela sairá em livro publicado pela editora Planeta para todos os países de língua espanhola, e também na Itália e França.Explicou que "não cobraremos nem um peso" para escrever a novela e o dinheiro arrecadado com os direitos autorais serão destinados a uma organização não-governamental ainda não escolhida que realize projetos na região de influência zapatista em Chiapas.Taibo II é autor de mais de 50 romances publicados em 20 países. Obteve, entre outros, o prêmio Grijalbo (1982) por Héroes Convocados: manual para la toma del poder; o prêmioInternacional de Romance Planeta-Joaquín Mortiz (1992) por La Lejanía del Tesoro, e o prêmio Bancarella 1998 por ErnestoGuevara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.