Strauss-Khan fará acareação com escritora que o acusa de assédio

O ex-diretor-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) Dominique Strauss-Kahn ficará frente a frente nesta sexta-feira com uma escritora e jornalista francesa que o acusa de ter tentado estuprá-la, informou uma corte francesa, como parte de um procedimento legal de um inquérito policial preliminar sobre a alegação dela.

REUTERS

23 de setembro de 2011 | 11h03

A acareação atrairá novamente a atenção para um inquérito que Strauss-Khan espera que dê em nada, num momento em que ele tenta se recuperar do escândalo sexual em Nova York que encerrou sua carreira no FMI e derrubou suas chances de disputar a eleição presidencial da França em 2012.

A corte disse que o encontro frente a frente entre Strauss-Kahn, de 62 anos, e Tristane Banon, 30 anos mais nova do que ele, será realizado para que os investigadores possam comparar suas versões sobre o incidente em um apartamento de Paris em 2003, quando, segundo a escritora, ele tentou estuprá-la.

O tribunal não informou onde será feita a acareação.

Quando foi interrogado pela polícia francesa sobre esse caso, Strauss-Khan negou as acusações de Banon. Seu advogado afirmou que ele estará disponível para as "requisições da corte".

Ele voltou para a França este mês e se desculpou em uma entrevista na TV local por "erro moral" pelo envolvimento sexual com uma camareira africana de um hotel de Nova York, que resultou na sua prisão e numa batalha judicial de três meses nas cortes dos EUA.

As acusações nos EUA foram arquivadas por dúvidas sobre a credibilidade da camareira.

No entanto, a jornalista francesa o acusa de agarrá-la e tentar tirar as roupas dela quando ela se encontrou com ele para uma entrevista para um livro.

Peritos locais avaliam que a promotoria deve arquivar o caso, por falta de provas depois de tantos anos.

(Reportagem de Nicholas Vinocur)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTESTRAUSSKHANCORTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.