STRADIVARIUS DE BERGMAN

No trecho mais bonito de Liv & Ingmar, a atriz Liv Ullman recorda uma conversa que teve com Ingmar Bergman. Ela se queixa de que, quando entrevistada, era sempre obrigada a falar dele, seu ex-marido e diretor de alguns dos seus melhores filmes. "Não se preocupe", diz o velho mestre à sua musa, "Você sempre foi o meu Stradivarius".

O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2012 | 02h07

Liv & Ingmar - Uma História de Amor, de Dheeraj Akolkar, tem desses momentos. É um documentário que revive essa história a dois, romance de dois seres humanos complexos, mas também uma das grandes parcerias da arte do século 20. Com seu "Stradivarius", Bergman pôs o cinema em nível de concerto em filmes como Vergonha, Persona, Gritos e Sussurros e Cenas de Um Casamento. Oito, no total, contando o último, Saraband, espécie de continuação de Cenas de Um Casamento, com o reencontro dos personagens de Liv e Erland Josephson, já na velhice. Liv & Bergman é um belo e apaixonado relato de atriz, mas que também não esconde as agruras de viver com um gênio. Casaram-se, e ela era muito mais jovem. Conta como foi difícil adaptar-se à Ilha de Faro, onde Bergman tinha casa. Era onde criava e exercitava a solidão como parte indispensável da sua arte. Liv era jovem e cheia de vida. Havia essa contradição entre eles, mas que terminava no momento em que começavam novo filme juntos.

Liv & Bergman é testemunho de um desses notáveis casamentos que se dão na arte e na vida real. A união terminou. Mas nunca deixaram de ser amigos e colaboradores. Como se diz no velho latim, a arte é longa, a vida é breve. / LUIZ ZANIN ORICCHIO

LIV & INGMAR - UMA HISTÓRIA DE AMOR

Direção: Dheeraj Akolkar. Gênero: Documentário (Noruega, Reino Unido, Índia/ 2012, 83 minutos). Estreia prevista pra sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.