Steven Tyler diz que 'amou e odiou' ser jurado do American Idol

O roqueiro Steven Tyler disse ter "amado e odiado" os dois anos que passou como jurado do "American Idol", mas acha que o programa de calouros não é para ele.

Reuters

01 de agosto de 2012 | 17h44

Tyler, do Aerosmith, anunciou em julho que deixará o programa de variedades mais visto dos Estados Unidos. Em entrevista à revista Rolling Stone, ele disse que só aceitou o trabalho para ter o que fazer, enquanto esperava a solução de uma briga na sua banda.

"Foi algo para fazer enquanto a tempestade passava, para ser honesto. Amei e odiei. Era um ótimo emprego, eu sentava ao lado da J.Lo e ganhei uma tonelada de dinheiro. Foi um momento da vida e se tornou maior do que a vida."

O músico disse que foi pressionado pelos produtores a preencher o papel de "jurado ranzinza" vago há dois anos, quando o produtor britânico Simon Cowell deixou o programa e foi substituído pela cantora Jennifer Lopez, que também está saindo agora.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Mais conteúdo sobre:
GENTETYLORIDOLS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.