Steve Irwin terá funeral transmitido ao vivo pela televisão

O funeral do australiano Steve Irwin, o "caçador de crocodilos", que morreu na semana passada vítima da ferroada de uma arraia, acontece na próxima quarta-feira, 20, no zôo da família, em Queensland, e será transmitido ao vivo pela televisão na Austrália, Estados Unidos e Ásia."Não imagino um serviço em sua memória em nenhum outro lugar a não ser o ´Crocoseum´ (museu de crocodilos) que ele construiu no zôo, e do qual tinha tanto orgulho", disse a viúva de Irwin, Terri, em comunicado.O público que for a funeral terá que fazer uma doação à organização para a natureza Wildlife Warriors, fundada por Irwin.O local a ser utilizado para o funeral tem uma capacidade de 5.500 pessoas. A viúva de Irwin quer que sejam instalados telões em Brisbane e em Sunshine Coast, para que a população possa participar.Terri, em suas primeiras declarações públicas desde a morte de seu marido, disse que era assim que ele gostaria de se despedir. Ela chamou Irwin de seu "companheiro de alma" e agradeceu à comunidade oamor, apoio e as orações por seu marido.John Stainton, amigo e empresário de Irwin, condenou o assassinato de pelo menos dez arraias no norte de Brisbane, um crime que está sendo investigado pelo Ministério da Pesca australiano."Sei que Steve estaria irritado. Qualquer vingança contra qualquer animal, seja um crocodilo ou um tubarão revirava o seu estômago", comentou."Ele mesmo dizia que, quando estava no território de um animal devia seguir suas regras. As pessoas não devem se vingar das arraias", acrescentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.