Stephen King lança novo livro de ETs

Stephen King tem algum problema com os extraterrestres. Seus dois romances que tinham ETs na trama estão entre os mais fracos que escreveu, A Coisa (1986) e Os Estranhos (1987). Agora, ele insiste de novo, usando alguns elementos dos dois livros anteriores, com Dreamcatcher (Apanhador de Sonhos), romance novo que sai no dia 20, nos Estados Unidos, pela Simon&Schuster e tem 544 páginas na edição de capa dura. É o primeiro romance que ele escreve desde Saco de Ossos, já que o ainda inédito no Brasil Hearts of Atlantis é uma reunião de histórias interligadas. Também é a volta dele aos temas de terror e de fantástico, já que seus últimos livros têm tratado mais de temas realistas, em que o suspense se refere mais à violência e ao crime que a monstros e aliens.Dreamcatcher conta a história de quatro homens, revisita o momento decisivo de suas infâncias e mostra o que vai uni-los mais ainda. Tem uma certa semelhança com A Coisa, em que um grupo de crianças tem um encontro que vai marcá-las para sempre com um ser estranho e letal multiforme, mas que na idade adulta conseguirão localizar e matar. Aqui, os quatro homens se reúnem todo novembro numa cabana numa floresta do Maine para caçar e rememorar o passado.Stephen King fez algumas revelações sobre este livro, que tinha o nome de Cancer, dizendo que ele encerra lembranças de sua luta, há tempos, contra o alcoolismo e cenas inspiradas no atropelamento de que foi vítima e que quase o matou. Também afirmou que escreveu o primeiro esboço do livro à mão. Os leitores fiéis dele vão lembrar também de algumas semelhanças com a novela A Tempestade, incluída em Tripulação de Esqueletos. De qualquer forma, os direitos para cinema já estão vendidos. E os livreiros de todo o mundo estão de olho nas vendas de Dreamcatcher.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.