Stanley Kubrick revela a sombra da violência

Spartacus

UBIRATAN BRASIL, O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2013 | 02h09

14 H NO TCM

(Spartacus). EUA, 1960. Direção de Stanley Kubrick, com Kirk Douglas, Laurence Olivier, Charles Laughton.

O escravo Spartacus se rebela e foge. Com um exército de escravos, ele luta contra o poderio romano, tornando-se um símbolo da liberdade. Um dos mais belos épicos do cinema, ganhou Oscar nas categorias de melhor ator coadjuvante (Peter Ustinov), direção de arte e guarda-roupa. Reprise, colorido, 184 min.

VEJA TAMBÉM

Os Falsários. Alemanha, 2007. Dir.Stefan Ruzowitzky, com Karl Markovics. Drama, TC Cult, 22 h, 95 min.

Videodrome - A Síndrome do Vídeo. Canadá, 1983. Dir. David Cronenberg, com James Woods. Drama, TC Cult, 23h50, 87 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.