Stan Lee abre processo contra a Marvel

O homem que criou Homem-Aranha, Incrível Hulk e muitos outros heróis - e vilões - entrou ontem com uma ação contra sua antiga editora. O mestre dos quadrinhos Stan Lee, de 80 anos, acusa a Marvel Entertainment Inc. de não repassar os lucros que suas criações geraram no cinema. Ele exige um reparo de US$ 10 milhões.Seus advogados entregaram a uma Corte federal em Manhattan contratos segundo os quais a Marvel teria concordado em pagar 10% dos lucros pela venda dos direitos de filmes como Homem-Aranha, que se tornou o maior hit do ano. Só nos mercado americano, a produção estrelada por Tobey Maguire e Kirsten Dunst arrecadou US$ 400 milhões, dos quais Lee diz não ter visto um tostão.Com a ação, Lee quer garantir também sua parte nas bilheterias de X-Men, O Incrível Hulk e todas as adaptações de obras suas. Em comunicado, a Marvel garante estar quite com Lee e que ele continua sendo "bem recompensado" por suas contribuições à indústria da HQ.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.