Stagium recebe Amelita Baltar

A cantora argentina Amelita Baltar e o Ballet Stagium trazem um pouco da cultura argentina para o palco do Teatro São Pedro com o espetáculo Tangamente, em cartaz de hoje a domingo. A participação da cantora deu toque especial à coreografia, criada por Décio Otero em 1996. "É a primeira vez que contamos com a participação ao vivo de Amelita, um ícone da cultura e do povo argentino", diz a diretora do Stagium, Marika Gidali. Amelita vai interpretar dez clássicos de Astor Piazzolla, lembrando sua parceria com o compositor que começou com a opereta Maria de Buenos Aires, em 1967, e terminou em casamento, no ano seguinte. Entre os sucessos do mestre do tango contemporâneo está Balada para un Loco, espécie de hino da cultura argentina, que consagrou Piazzolla como um dos mais importantes nomes do tango. "Escolhemos esse espetáculo para celebrar os dez anos da morte de Piazzolla e para mostrar o lado positivo de uma Argentina assolada pelo caos político e social", diz Marika. O vermelho e o preto foram escolhidos para o figurino dos bailarinos e do cenário inspirado em Buenos Aires. Marika avisa que Tangamente não é uma apresentação de dança típica. "Vamos mostrar uma dança de técnica contemporânea; a caracterização serve apenas para criar a atmosfera latina do espetáculo." Marika aposta na performance dos 16 bailarinos do Stagium para tratar de questões atemporais, como a solidão, o ciúme e a impulsividade, sugeridas pela beleza triste do tango argentino. Serviço: Tangamente. Teatro São Pedro (R. Barra Funda, 171). De quarta a sábado às 21h. Domingo às 18h. R$ 10 e R$ 5.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.