JEFF HAYNES|ASSOCIATED PRESS
JEFF HAYNES|ASSOCIATED PRESS

Spike Lee, Gena Rowlands e Debbie Reynolds recebem Oscar honorário

Diretor e atrizes serão homenageados no 'Governors Awards'

EFE, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2015 | 17h09

O diretor Spike Lee e a atriz Gena Rowlands recebem sábado, 14, no Governors Awards, o Oscar honorário por suas carreiras. Já a atriz Debbie Reynolds será agraciada com uma estatueta por seu trabalho humanitário na organização Thalians.

A cerimônia será mais discreta, sem transmissão ao vivo e com menos convidados do que o Oscar tradicional, que ocorre anualmente entre fevereiro e março. 

A presidente da Academia de Hollywood, Cheryl Boone Isaacs, ressaltou a "contribuição extraordinária" dos três e declarou que espera que as contribuições dos homenageados "enriqueçam as futuras gerações". 

Lee, de 58 anos, é um dos mais importantes diretores do cinema independente e foi indicado ao Oscar duas vezes: ao prêmio de Melhor Roteiro por Do The Right Thing (Faça a Coisa Certa, 1990) e de Melhor Documentário por 4 Little Girls (1998). Outros filmes conhecidos são She's Gotta Have It (Ela Quer Tudo, 1986), Malcolm X (1992) e Inside Man (O Plano Perfeito, 2006). 

Rowlands, de 85 anos, é conhecida por A Woman Under the Influence (Uma Mulher Sob Influência, 1974) e Gloria (Glória, 1980), que lhe renderam duas indicações ao Oscar de Melhor Atriz. Ela também atuou em 10 filmes dirigidos pelo seu marido, o diretor John Cassavetes.

Reynolds, agora com 83 anos, é conhecida pelo lendário Singin' in the Rain (Cantando na Chuva, 1952). Além disso, a atriz foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz em 1965 por The Unsinkable Molly Brown (A Inconquistável Molly Brown). O prêmio pelo trabalho humanitário se dá em virtude de ela ter fundado a Thalians, organização que presta auxílio a pessoas com doenças mentais, onde foi presidente de 1957 a 2011.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.