SPFW dita a moda de inverno para eles e elas

E finalmente acabou. Depois de muitos desfiles, calor, frenesi de celebridades e festas (a oficial de encerramento, ontem à noite no Bar Brahma, foi tipo arrasa quarteirão), a São Paulo Fashion Week terminou deixando no ar uma prévia do que vai se usar na temporada outono-inverno 2004. Para elasTrench-coats: A clássica capa de chuva em gabardine impermeável é o objeto de desejo em quase todas as coleções. Pode ser clássica, como a proposta por Alexandre Herchcovitch, na Cori. Ou luxuosa e ousada, com palas de couro lembrando acabamento de mala de viagem, segundo Reinaldo Lourenço. Mantôs redingote: O sobretudo invernal acinturado, com saia godê, teve seu melhor momentos na Huis Clos, em versão japonista com gola cortada. Saias lápis: A famosa saia justa na altura nos joelhos. Lembra um pouco o figurino usado por Tippi Hedren nos clássicos hitchcokianos Os Pássaros e Marnie, Confissões de uma Ladra. Quem fez? Renato Loureiro, Alexandre Herchcovitch e Alphorria. Saias godês: Rodada, como nos anos 50. Pode ser curta, como as de tricô, da Patachou. Ou longa e brilhosa, como as Reinaldo Lourenço. Tricô: Sempre coloridos e escorregadios. Os melhores, mais modernos e divertidos estavam na passarela de Sommer. Babados: Apareceram em quase todas as coleções. Os mais elegantes desfilaram para Lino Villaventura e Forum. Os mais alucinados para Alexandre Herchcovitch, Zapping e Cavalera. Estilo boudoir: Lingeries exibidas nunca usadas como roupas de baixo. A proposta moderna foi sugerida pela Osklen no vestido combinação com cintura marcada por acabamento de punho de malha. Um mix boudoir streetwear.Bichos: Continuam soltos. Renato Loureiro mostrou uma elegante pelerine de cavalinho. Reinaldo Lourenço aposta nos coletes rústicos de pele, como de caçadores selvagens. E Alexandre Herchcovitch apresentou um tailleur "mulher gorila" (alta alfaiataria com mangas bufantes de pele falsa).Brilho: Dos bordados de cristais (Marcelo Quadros e Ellus) ao paetê faiscante (Reinaldo Lourenço) a ordem é brilhar de dia e de noite. Calças justas: As melhores estão nas coleções de Glória Coelho e Carlota Joakina. Cabeça feita: Sempre use alguma coisa na cabeça. Chapéus (Forum), boinas (Ellus), gorros (Patachou), tiaras mimosas (Herchcovitch) ou turbantes (André Lima). Para elesMantôs: Poderosos. Tipo 7/8 como os da Forum (em tweed e camurça). Longos e dramáticos, como a capa Darth Vader de Alexandre Herchcovitch. Calças palito: Ricardo Almeida tem as versões clássicas alfaiataria. Sommer fica com as modernas, com ajustes de zíperes. Camisa e jaqueta xadrez: Uma herança grunge revisitada por Maxime Perelmutter para British Colony. Cachecóis manta: Para um efeito teatral (Ricardo Almeida) ou jovial (Ellus e V.Rom). Peles: Mais discretas que as femininas. Quem propõe são Ricardo Almeida e Alexandre Herchcovitch. Alfaiataria: Presente tanto no tradicional Ricardo Almeida quanto no mais básico, Mário Queiroz. Sem contar que o terno de veludo da Forum merece ser best-seller, tanto quanto o blazer pelerine quanto os blazer encolhidos de Alexandre Herchcovitch são objetos de desejo. Jeans impactantes: Muito bem sacado os jeans com lavagens e estampas de caracteres japoneses de Fause Haten. Padrões masculinos clássicos: Uma herança British que volta com tudo. Príncipe de Gales, tweed espinha de peixe, xadrez Bruberry e Argyll (aqueles losangos dos puloveres de cashmere). CoresPreto, muito preto. É a base de tudo. E branco, creme, areia, off-white. Para acender: amarelo sol, vermelho incêndio, verde fluo e laranja zarcão. Um toque de romance: pink, rosa bebê, azul céu, mauve e roxo batata. Para neutralizar: cinza nevoeiro e verde musgo. E nunca se esqueça da estampa tie-dye, sempre exuberante como no vestido desfilado por Gisele na Zoomp. E agora é esperar pela chegada das coleções nas lojas, no mês que vem. Boas compras!

Agencia Estado,

04 de fevereiro de 2004 | 18h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.