SP terá companhia e teatro de dança

A Secretaria de Estado da Cultura anunciou ontem a criação da São Paulo Companhia de Dança e do Teatro de Dança, além da aplicação de recursos para os grupos de dança que já atuam na cidade. No total, o investimento será de R$ 49,6 milhões. A direção da São Paulo Companhia de Dança será compartilhada entre Iracity Cardoso (bailarina renomada que já foi diretora do Ballet du Grand Theatre de Genève, na Suíça) e Inês Bogéa (coordenadora do Grupo de Estudos de Dança do Centro Universitário Maria Antônia). Segundo Iracity, a primeira produção deve ser encenada no início do segundo semestre. A estréia será no interior de São Paulo e, na capital, em setembro. O repertório da companhia será o mais aberto possível, com peças clássicas, modernas e criações contemporâneas de coreógrafos nacionais e internacionais. As audições para a formação dessa companhia começarão no dia 13 de fevereiro. ?A primeira audição será na região Norte do País, em Belém, mas elas acontecerão em todo o País. Queremos selecionar bailarinos de grande destreza técnica e de culturas diferentes?, afirmou Iracity. A audição final será em São Paulo, no dia 24 de fevereiro. Já as obras do Teatro da Dança, que também funcionará como sede da companhia, devem começar ainda neste ano. O espaço deve ser entregue até 2010. Atualmente, o local, que já funcionou como rodoviária, abriga o Shopping Luz. Enquanto não fica pronto, a sede da companhia será a oficina cultural Oswald de Andrade, no Bom Retiro, centro da capital paulista. As informações são do Jornal da Tarde.

AE, Agencia Estado

29 Janeiro 2008 | 10h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.