SP: sushi do Sacolão ganha filial

Os fanáticos por comida japonesa já sabem: em São Paulo um dos lugares onde se pode comer um ótimo sushi sem pagar caro é na banca do Chum Yamada no Sacolão da Vila Madalena. Mas nem todos gostam de degustar seu peixinho cru entre bancas de as frutas e verduras do sacolão - que agora, com o boca a boca, vive lotado de gente.Foi pensando nessa clientela que Yamada resolveu abrir um restaurante. O Chumar Sushi e Pescados tem agora um espaço bem decorado, com mesas - com pelo menos 1 metro de distância entre uma e outra - e até estacionamento com manobrista. O novo Chumar abriu há 15 dias e não teve nem tempo para festa de inauguração. Os primeiros clientes vieram do sacolão. Quando tinha fila de espera, Yamada encaminhava algumas pessoas para o restaurante. "Mas só sugeríamos quando notávamos que o cliente preferia um lugar mais organizado", explica. Isso porque muitos de seus clientes acham que o charme de se comer no sacolão é justamente a confusão. O cardápio é o mesmo. O prato mais pedido para quem vai em turma é o combinado especial, com 51 tipos de sushi e sashimi. Custa R$ 52 e serve quatro pessoas. O peixe do Tibi (linguado empanado com omelete de camarão e risoto de legumes, R$ 40 para três pessoas) também tem agradado aos novos freqüentadores da casa.A chegada do verão trará uma novidade: o tempurá de sorvete. Parece estranho, mas é isso mesmo. Aquela mesma cobertura usada para fazer o de legumes é usada nessa receita. A sobremesa é servida com calda quente de chocolate e custa R$ 8,50.Yamada começou no sacolão com uma peixaria. Em 1993, como as vendas não iam muito bem, começou a servir sashimi para atrair os clientes. "Eu cortava o peixe muito bem, mas ainda estava aprendendo a preparar sushi e sashimi, então não cobrava nada", lembra ele.Mas quando percebeu que havia gente indo na peixaria só para almoçar grátis, resolveu, enfim, dar preço a sua cortesia. Arrastava uma mesinha daqui, uma cadeira dali e "foi assim que tudo começou". Chumar Sushi e Pescada. R. Mourato Coelho, 1373. tel.: 3032-1039. Almoço: de terça a sexta, das 12 às 15 h, sábado e domingo, das 12 às 16 h. Jantar: de terça a sábado, das 19 às 0h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.