SP ganha nova galeria de arte contemporânea

Será aberto nesta quinta-feira à noite em São Paulo, na Rua Oscar Freire, um novo espaço dedicado à arte contemporânea na cidade. Com a exposição Arte Hoje, organizada pelo crítico Carlos Von Schmidt, a Galeria Arvani Arte sinaliza que pretende atuar com uma ampla gama de artistas, apostando tanto em valores reconhecidos quanto em jovens talentos.As 36 obras da exposição selecionadas por Von Schmidt na coleção de Berenice Arvani, a fim de traçar uma espécie de amplo panorama da produção artística nacional desde 1947 - data em que o Masp foi criado - até os nossos dias, obedecem a um critério de qualidade, histórico, mas também a escolhas pessoais, determinadas muitas vezes pelo gosto pessoal do curador, que diz concordar integralmente com Baudelaire quando diz que "a crítica de arte não pode ser imparcial".A seleção da mostra tem início com Tocadores de Ganzá, de Aldemir Martins. E passa por vários dos grandes artistas que fizeram a arte brasileira da segunda metade do século 20: Evandro Carlos Jardim, Maciej Babinski, Maria Bonomi, Nicolas Vlavianos, Rubens Gerchman e Ubirajara Ribeiro, entre outros. No campo das novidades, estão as esculturas de Carlos Daniel e a pintura de Alessandra Mastrogiovanni - que encerra a mostra.Nesse intervalo, as tendências são as mais diversas. Como diz Berenice, "não me preocupei em caracterizar a galeria, nem identificá-la com ´ismos´ passados, atuais ou futuros".Arte Hoje. De 2.ª a 6.ª, das 10 às 20 h. Galeria Arvani Arte. Rua Oscar Freire, 540, tel. 3082-1927. Até 28/9. Abertura amanhã (02), às 20 horas. Patrocínio Takano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.