SP Fashion Week começa nesta segunda-feira, unindo design autoral e fast fashion

37 marcas apresentarão suas coleções de inverno 2015; entre elas, está a Riachuelo, para quem Donatella Versace criou peças exclusivas

Flavia Guerra , O Estado de S. Paulo

02 de novembro de 2014 | 03h00

A maior semana de moda da América Latina entra na passarela com os pés nos seus 20 anos. E como não poderia deixar de ser, o evento reflete nesta 38.ª edição as fases e transformações por que passou o setor neste período. “Este é um momento em que a moda passa por reflexões e mudanças. Há o impacto do fast fashion, o da internet, a velocidade da produção. A moda está revendo seus processos e buscando uma forma mais simples e criativa de avançar”, analisa Paulo Borges, diretor criativo e idealizador do São Paulo Fashion Week Inverno 2015, que começa nesta segunda e segue até sexta no Parque Cândido Portinari. 

Na esteira destas mudanças, o line up do evento abre mais espaço para que o fast fashion entre no calendário oficial da moda. Grande destaque desta tendência, é o desfile que Donatella Versace apresenta na quinta, às 21 h, no Pavilhão das Culturas Brasileiras do Parque do Ibirapuera: Versace para a Riachuelo. 

A parceria da marca brasileira com a grife italiana deve ser a grande aposta deste ano da rede de fast fashion, que já investiu em trabalhos de marcas como André Lima, Osklen e Triya. 

A coleção cápsula Versace promete ser um marco do mercado fast fashion nacional e trará uma coleção com releituras de peças ícones da grife italiana. “Amo as mulheres brasileiras! São fortes, têm uma atitude tão positiva, além de cabelo e pele lindos. Essa coleção representa o encontro entre a Versace e as brasileiras. É a perfeição!”, disse Donatella.

Entre os outros destaques dos 37 desfiles previstos, há desde estreias, como as da PatBo, de Patrícia Bonaldi (leia mais abaixo), a Apartamento 03, que tem direção criativa de Luiz Claudio Silva, e a Llas, das irmãs mineiras Laura e Lorena Andrade, que migra do Minas Trend para a SPFW depois de levar o prêmio do Movimento Hot Spot 2014. O também mineiro Victor Dzenk, a GIG, a Acquastudio e a Sacada chegam da Fashion Rio. A paulistana Iódice volta a desfilar em casa depois de ter apresentado coleções no Rio. “É um line up forte. Tem sinergia com o mercado. A crise que a moda enfrenta não é nova nem será a única. Moda é algo vivo, muda o tempo todo. O mercado está experimentando a internet, nova plataforma de comunicação e de consumo. Sem dúvida é a grande revolução. E o fast fashion cria uma onda muito positiva neste sentido, pois consegue entregar o desejo de moda imediato das pessoas. E este desejo com os processos novos de produção e lançamento é que desencadeia a nova moda.” 

“A grande dúvida é conciliar a eficiência e a abrangência da comunicação imediata com o processo de produção, que ainda não é rápido. O que acho que vai acontecer é que as semanas de moda serão a ferramentas de alavancar o desejo de moda, mas as marcas terão que ter a cada mês um conjunto de produtos novos para o consumidor, durante o ano todo. Este é o grande desafio que a engrenagem pede hoje ao sistema.” 

Não por acaso, nesta edição, a cenografia, que é sempre termômetro da moda, foi inspirada no movimento Bauhaus, a cargo do arquiteto Marko Brajovic. “A gente fez uma reflexão do legado de construção destes 20 anos. O que significa chegar a esta idade e estar olhando para os próximos 20? E o Marko trouxe a ideia da Bauhaus, que via exatamente isso no mundo, um momento de reflexão, limpeza, questionamento, mudança que viveu o mundo naquela época. E que estamos vivendo de novo. É uma leitura disso para hoje”, explicou Borges. 

O resultado, que poderá ser conferido pelos convidados da SPFW a partir desta segunda, é uma imensa instalação, um grande ambiente branco, com 90 mil metros de elásticos coloridos que criam movimento de linhas que conduzem a uma área nova. “É um espaço de 2 mil m², uma espécie de grande pátio interno em que a gente se concentra e incentiva as pessoas à convivência”, afirmou ainda o diretor criativo. 

Borges contou que lança também nesta temporada o início de comemoração dos 20 anos. “Será uma trilogia. As próximas três edições falam do aniversário, que será comemorado em 2015, e celebrarão o legado de construção e transformação deixado pela semana, sempre trazendo novos olhares e reflexões que inspiram a criação”, analisou Borges. 

De volta ao tema da fast fashion, outro ícone que assina parceria com uma marca de varejo é Stella McCartney, que pela segunda vez cria peças para a C&A. Com pré-lançamento na quarta à tarde, que contará com presença da estilista inglesa, a coleção mantém o DNA da marca e traz peças que mesclam sensualidade e corte preciso, com foco no conforto. As peças chegam às lojas no dia 18. Ainda entre as parcerias da Riachuelo, a Llas lança e vende pela rede as peças que desfila na sexta. 

Entre as grandes top models que também virão a São Paulo, estão Gisele Bündchen, para a Colcci, Kat Hessen, Nastya Sten, Magdalena Jasek, entre outras, para a Animale. 

Como prévia da SPFW, neste domingo haverá uma pré-estreia do longa Saint Laurent, cinebiografia do estilista Yves Saint Laurent dirigida por Bertrand Bonello e estrelada pelo ator Gaspard Ulliel, que estreia no dia 13. Os dois estarão presentes à première, que ocorre no terraço da Livraria Cultura do Shopping Iguatemi. 


Confira o Line Up completo da SPFW Inverno 2015

3.11 - SEGUNDA-FEIRA


16h - Animale (sala 1)

17h - Uma Raquel Davidowicz (sala 2)

18h - Victor Dzenk (sala 1)

19h - Tufi Duek (sala 2)

21h - Cavalera (sala 2)

21h30 - Exposição Move! Melissa (Porão das Artes)


4.11 - TERÇA-FEIRA

10h - Pedro Lourenço (Galeria White Cube)

12h30 - Reinaldo Lourenço (FAAP)

14h30 - Pat Pat's (Hotel Unique)

16h30 - Lolitta (sala 1)

18h - Giuliana Romanno (sala 2)

19h - João Pimenta (sala 1)

20h - Colcci (sala 2)


5.11 - QUARTA-FEIRA

10h - Alexandre Herchcovitch (Praça das Artes)

11h30 - Ellus (Praça das Artes)

14h - Lilly Sarti (sala 2)

15h30 - Ronaldo Fraga (sala 1)

16h30 - Vitorino Campos (sala 2)

18h - Sacada (sala 1)

19h - Triton (sala 2)

20h - Iódice (sala 1)



6.11 - QUINTA-FEIRA


10h - Patrícia Viera (Faculdade Belas Artes)

13h30 - Gloria Coelho (sala 1)

14h30 - Fernanda Yamamoto (sala 2)

15h30 - GIG Couture (sala 1)

16h30 - Têca por Helô Rocha (sala 2)

17h30 - Juliana Jabour (sala 1)

18h30 - Lino Villaventura (sala 2)

19h30 - Osklen (sala 1)

21h - Versace para Riachuelo


7.11 - SEXTA-FEIRA

14h30 - 2nd Floor (sala 1)

16h - Acquastudio (sala 2)

17h - Apartamento 03 (sala 1)

18h - Wagner Kallieno (sala 2)

19h - Llas (sala 1)

20h - Amapô (sala 2)

21h - TNG (sala 1)


Tudo o que sabemos sobre:
SPFWSão Paulo Fashion Week

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.