SP comemora 120 anos de Monteiro Lobato

Certa vez o poeta Carlos Drummondde Andrade disse: "Monteiro Lobato proporcionou uma infânciamaravilhosa que a minha geração não conhecera, na falta de boashistórias nacionais para crianças." Os adultos poderãorelembrar e os mais novos, fãs da atual versão do Sítio doPica-Pau Amarelo na TV, terão a oportunidade de mergulhar nouniverso do autor a partir de uma série de atividades promovidaspelas bibliotecas Monteiro Lobato, Castro Alves e Chácara doCastelo, além do projeto Reinações de Lobato, promovido peloSesc Pompéia. Os eventos prestam homenagem ao autor, que nasceu no dia18 de abril de 1882. Aproveitando essa data redonda dos 120 anos, as instituições abriram espaço também para a reflexão. ABiblioteca Infanto-Juvenil Monteiro Lobato convidou a escritoraTatiana Belinky, o bibliófilo José Mindlin e a pesquisadoraHilda Junqueira Villela para uma mesa-redonda nesta quinta-feira, às19h30, sobre a importância de Lobato para cultura nacional.Antes do debate as pianistas Thereza Patucchi e Walkyria PassoClaro farão uma apresentação. "A escolha dos debatedores sedeu em virtude da paixão de cada um pelos livros e pelaproximidade com a obra. Tatiana foi responsável por adaptar alinguagem escrita à televisiva", comenta Oiram Antonini, omediador. "Monteiro Lobato escreveu sobre diferentes assuntos,pintou aquarelas, fez caricaturas, foi um ser humano eclético,que falava o que pensava." No dia 27, será lançado oficialmente o Circuito VilaBuarque de Educação e Cultura, que agrupa instituições eartistas plásticos para realização de exposições. O eventotambém marca a volta do jornal Voz da Infância, editadoentre 1936 a 1995. Uma entrevista concedida por Lobato acrianças em julho de 1936 será republicada. A Biblioteca Castro Alves convidou a atriz Nice Lopespara contar O Nascimento do Visconde. Já a Chácara doCastelo exibe o vídeo Furacão na Botocúndia - Vida e Obra deMonteiro Lobato. "O documentário traz à tona a trajetória doescritor comentada por críticos, ideal para um público juvenil", afirma a diretora Mônica Peres da Silva. O público tambémpoderá conferir exposições, textos e artigos publicados naimprensa. Todas as atividades promovidas pelas bibliotecas sãogratuitas e aberta a todas as idades. O ministro da Educação Paulo Renato Souza aproveita acomemoração pelo Dia Nacional do Livro Infantil (tambémnesta quinta) e o aniversário de Lobato para lançar a segundaedição da campanha Tempo de Leitura, às 10 horas na EscolaEstadual Professor Ennio Voss, no Brooklin Paulista, zona sul deSão Paulo. A programação conta com a presença de escritores comoLygia Fagundes Telles, entre outros. A proposta é estimular aleitura, principalmente em família. Tempo de Leitura seestenderá até o dia 25, data prevista para que todas as escolasdo País programem atividades voltadas à prática da leitura,dentro e fora da sala de aula. O Sesc Pompéia dá seqüência à programação de Reinaçõesde Lobato, que termina dia 28. As atividades foram idealizadaspara atingir não somente o público infantil, como toda afamília. Nesta quinta, o jornalista Vladimir Sacchetta ministrauma palestra às 20 horas, seguida de documentário sobre o autor.Sacchetta é co-autor da biografia Furacão na Botucúndia. Legado - "A idéia é mostrar a personalidade múltipla epouco conhecida de Lobato, tanto na quinta no Sesc como naminha palestra do dia 1.º no Salão de Idéias da Bienal", afirmaSacchetta. O jornalista lembra que Lobato é muito mais que umautor infantil. "Ele era um escritor-cidadão, preocupado com osproblemas de seu país, o que pode ser observado no personagemJeca Tatu. Também possuía um projeto para a formação decidadãos. Foi essa figura que recuperamos no livro e nas palestras -uma personalidade múltipla e pouco conhecida." A professora da Unicamp Marisa Lajolo comenta que Lobatoalimenta o imaginário das crianças até hoje. "A volta do Sítiodo Pica-Pau Amarelo para a tevê, com bons índices de audiência,é uma prova. Ele foi o fundador da literatura infantilbrasileira moderna e a criou de maneira adequada ao século 20,na América Latina." O Sítio deve ganhar em breve uma versãopara o cinema, pela Globofilmes, ainda em projeto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.