Sotheby's tira atração principal de leilão de objetos de Versace

A casa de leilões Sotheby's retirou uma pintura do leilão de objetos do falecido estilista italiano Gianni Versace. O leilão de objetos da residência de Versace às margens do lago Como será nesta quarta-feira, entre suspeitas de que o quadro pode ter sido roubado.

MIKE COLLETT-WHITE, REUTERS

18 de março de 2009 | 12h22

Depois de ver uma foto da pintura que "desapareceu" no jornal londrino Evening Standard, um descendente direto da pessoa retratada no quadro contatou a Art Loss Register, que rastreia antiguidades e obras de arte perdidas e roubadas.

Descoberta recentemente, a tela do artista alemão do século 18 Johann Zofanny é um retrato intitulado "Retrato do Major George Maule" e era um dos destaques do leilão, que está previsto para arrecadar entre 2 e 3 milhões de libras (2,8 a 4,2 milhões de dólares).

Trata-se do único retrato conhecido de um grupo de quatro pinturas executadas pelo artista durante uma breve estadia em Madras em 1783, e esperava-se que fosse vendido por entre 40 e 60 mil libras.

A Art Loss Register divulgou uma declaração na qual confirma que o lote 72 foi retirado do leilão com a concordância da Sotheby's.

Tudo o que sabemos sobre:
ARTESOTHEBYSVERSACE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.