Sony fecha acordo milionário por obra de Michael Jackson

A Sony Music e os herdeiros que administram o patrimônio de Michael Jackson fecharam ontem o maior contrato da história da música. Pelo valor de US$ 200 milhões, a gravadora e a família assinaram um acordo pelos próximos sete anos que envolve dez projetos. Segundo o jornal Los Angeles Times, entre os lançamentos estão álbuns com temas inéditos, DVDs e videogames. John Branca, um dos administradores do legado de Jackson, afirmou que os herdeiros e a Sony assinaram o acordo por entenderem que o futuro de Michael Jackson é "ilimitado". De acordo com Branca, ainda existem cerca de 60 músicas inéditas do cantor e compositor. Ainda segundo a imprensa americana, o primeiro lançamento pode ser feito em novembro. Desde a morte de Jackson, no dia 25 de junho do ano passado, foram vendidos 30 milhões de seus discos em todo o mundo. As vendas teriam rendido um lucro de US$ 250 milhões ao patrimônio do Rei do Pop.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.