Sociólogo francês estuda o nomadismo

O sociólogo francês Michel Maffesoli, mostra que a fragmentação das sociedades corresponde a uma retomada da autonomia do indivíduo em seu novo livro que sai agora no Brasil, Sobre o Nomadismo, da editora Record. O professor da Sorbonne oferece uma chave para o entendimentoda formação de agrupamentos musicais, festivos, lúdicos ou dos maisdiversos grupos sociais que se formam na cena contemporânea. O livrodisserta sobre um dos fenômenos sociais mais marcantes do nosso século:o nomadismo. "A preocupação com uma vida marcada pelo qualitativo, o desejo dequebrar o enclausuramento e o compromisso de residência próprios damodernidade são como momentos de uma nova busca do Graal, representandooutra vez a dinâmica do exílio e da reintegração", afirma o autor.Sobre o Nomadismo - Michel Maffesoli, 208 páginas, R$ 21,00

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.