Sobrinho de Mick Jagger é condenado por roubo

Um sobrinho de Mick Jagger foi sentenciado a um ano de prisão por roubo nesta sexta-feira. O líder dos Rolling Stones, que não estava presente à sessão do tribunal, disse depois que apoiaria o sobrinho John Jagger, que tem 24 anos e é dependente de drogas. Ele afirmou que seu sobrinho vem se esforçando para largar o vício e receia que a cadeia o atrapalhe neste processo.John Jagger foi condenado por invadir a casa da advogada Rachel Cooper, em Londres, e roubar três cartões de crédito, um telefone celular, chaves, óculos, correspondência pessoal e uma pasta de documentos. A invasão foi à noite, enquanto ela dormia. Saindo da casa, o sobrinho de Mick Jagger gastou 60 libras (cerca de R$ 300) em um pub, usando um dos cartões de crédito. O tribunal rejeitou um pedido da defesa de John Jagger para que fosse poupado da prisão a fim de completar um programa de tratamento contra drogas. "Deve ter sido terrível para esta dona de casa descobrir o que aconteceu e se preocupar com o que poderia ter acontecido caso ela ficasse cara a cara com você", disse a funcionária da Justiça britânica Judith Parker ao acusado. O tio ilustre de John Jagger disse em nota oficial que "John tem sido muito corajoso em encarar seus problemas pessoais e este é um retrocesso em sua recuperação. A família inteira continuará a apoiá-lo". O advogado de John Jagger disse ao tribunal que apesar de suas boas condições, o jovem não foi bem na escola, vagou por empregos de barman, limpador de janela e garçom até que, aos 20 anos, começou a se envolver em crimes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.