Skármeta vence o prêmio Planeta de literatura

O escritor chileno Antonio Skármeta venceu nesta quinta-feira o prêmio Planeta 2003, a premiação mais bem remunerada da literatura em língua espanhola, que está em sua 52ª edição. Com o prêmio, Skármeta, autor de O Carteiro e o Poeta, recebeu ? 601 mil, ou quase R$ 2 milhões. Além do dinheiro, o Planeta também confere prestígio, e os autores que o recebem costumam subir à lista dos best-sellers semanas após ganharem o prêmio. Skármeta venceu por seu romance El Baile de la Victoria, em que narra uma história de amor durante a ditadura de Augusto Pinochet no Chile. O prêmio Planeta, um dos mais cobiçados pelos escritores de língua espanhola, é oferecico anualmente pelo conglomerado editorial espanhol de mesmo nome. O anúncio do vencedor foi feito hoje em Barcelona. Entre os vários escritores que já venceram o Planeta, alguns são o peruano Mario Vargas Llosa e o espanhol Camilo Jose Cela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.