Silvio Santos libera Adriane Galisteu de contrato com SBT

A apresentadora assina ainda esta semana um contrato de 25 meses com a Band

Alline Dauroiz, do Estado de S. Paulo,

27 de outubro de 2008 | 15h42

Após meses de incerteza, a novela sobre o destino profissional de Adriane Galisteu finalmente terminou. A loira assina ainda esta semana um contrato de 25 meses com a Band, após o SBT formalizar em documento a liberação de sua ex-funcionária. Segundo o novo contrato, o programa de Galisteu na Band deve estrear em março. Uma cláusula em seu antigo acordo com o SBT era o que emperrava o fim da conturbada relação entre Galisteu e a emissora de Silvio Santos. Nela, o canal teria preferência para cobrir qualquer oferta dos concorrentes. Isso, mesmo após dois anos do fim do contrato, o que ocorreu no último dia 30.  Com a proposta da Band em mãos, nas duas últimas semanas, Galisteu estava apenas esperando a resposta do patrão.  E, como ela já imaginava, Silvio não aceitou duas das condições impostas: a de que seu programa não poderia sair do ar e de que a atração deveria ser, necessariamente, entre 20 h e 23 h.  A loira começou no SBT com programa noturno, mas as apostas do patrão em busca de ibope provocaram a mudança da atração para a faixa noturna, depois vespertina e até para a madrugada.

Tudo o que sabemos sobre:
SBTAdriane GalisteuBand

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.