Manoella Mariano
‘Criolo virou um amigo; é muito bom estar com ele no palco’, diz Silva Manoella Mariano

‘Criolo virou um amigo; é muito bom estar com ele no palco’, diz Silva Manoella Mariano

Silva leva seu bloco para o Memorial; veja mais atrações para o fim de semana

Shows de Caetano, Adriana Calcanhoto e Mariana Aydar estão entre as opções; confira também opções de teatro e exposição

Danilo Casaletti , Especial para o Estadão

Atualizado

‘Criolo virou um amigo; é muito bom estar com ele no palco’, diz Silva Manoella Mariano

O cantor e compositor Silva traz para São Paulo o show Bloco do Silva, projeto que o artista tem apresentado nos últimos anos. O repertório traz músicas de nomes como Daniela Mercury, Banda Eva, Ara Ketu, Olodum, Gilberto Gil e Ivete Sangalo.

Silva também cantará músicas de seus trabalhos anteriores, entre elas, A Cor É Rosa. A apresentação será gravada para um novo projeto audiovisual do cantor, que será lançado ainda neste ano. 

“Adicionei várias das minhas músicas e fiz novos arranjos. Já passamos por algumas cidades do Brasil e a recepção tem sido muito quente. Estou com as melhores expectativas pra essa gravação”, diz.

Silva terá como convidado especial o rapper paulistano Criolo. Eles, que já se apresentaram juntos outras vezes, cantam músicas como Garçom, sucesso de Reginaldo Rossi; Sozinho, música de Peninha que virou hit na voz de Caetano Veloso; e Soprou, parceria de ambos. “Criolo virou um grande amigo. Ele, além de tudo, é divertido demais. É muito bom estar com ele no palco.”

A apresentação de Silva faz parte do projeto Arena Carnaval. Antes do cantor, haverá shows de MC Tha e do bloco Primavera Te Amo, com participação de Otto, MULÚ e Jude Paulla.

 

Sáb. (7), 12h/22h. Memorial da América Latina. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda. R$ 360. Ingressos aqui.

Sem samba não dá

Caetano Veloso faz a estreia do seu show Meu Coco na cidade. No roteiro, sete músicas do seu mais recente álbum, entre elas, Sem Samba Não Dá e Anjos Tronchos. Entre seus sucessos de carreira, o cantor incluiu O Leãozinho, Odara, Menino do Rio e Sampa. Devido à grande procura por ingressos, outras duas datas foram agendadas para junho, dias 25 e 26. Hoje (6) e sáb. (7); dom. (8), 20h30. Espaço das Américas. R. Tagipuru, 795, Barra Funda. R$ 60/R$ 380. Garanta seu lugar!

Voz e violão

Prestes a sair em turnê pela Europa e Estados Unidos, a cantora Adriana Calcanhoto faz show em formato intimista para cantar sucessos que marcaram sua carreira, como Mentira, Esquadros, Maresia e Mais Feliz. Dom. (8), 19h. Casa Natura Musical. R. Artur de Azevedo, 2.134, Pinheiros. R$ 120/R$ 240. Ingressos.

Parceria

A cantora Leila Pinheiro e o compositor Antônio Adolfo fazem apresentação inédita do repertório do disco Vamos Partir Pro Mundo, que traz canções de Adolfo em parceria com Tibério Gaspar – uma das duplas mais importantes das décadas de 1960 e 1970. Entre as músicas escolhidas estão Sá Marina e Teletema. Sáb. (7), 20h e 22h30. Blue Note. Av. Paulista, 2.073, 2º Andar, Consolação. R$ 160. Ingressos aqui.

Dia das mães

As cantoras Zizi e Luiza Possi sobem ao palco juntas para celebrar o Dia das Mães. Além de cantarem seus grandes sucessos de carreira, elas interpretam músicas de compositores como Ivan Lins, Gilberto Gil e Gonzaguinha. Entre as escolhidas estão Paula e Bebeto, de Milton Nascimento e Caetano Veloso, que celebra todas as formas de amor. Dom. (8), 20h. Teatro Bradesco. Bourbon Shopping. R. Palestra Itália, 500, Pompeia.  R$ 50/R$ 220. Compre seu ingresso.

Poder de feminino

A cantora carioca Áurea Martins, 81 anos, apresenta o show de lançamento do seu novo álbum, Senhora das Folhas. O repertório homenageia o poder feminino curador e reúne canções medievais, cantos indígenas, sambas tradicionais e músicas contemporâneas, como A Rezadeira, de Projota, e Me Curar de Mim, de Flaira Ferro. Sáb. (7), 21h; dom. (8), 18h. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, Pompeia. R$ 12/R$ 40. Compre seu lugar.

Grandes clássicos

O ator e cantor Daniel Boaventura faz show em homenagem ao dia das mães com repertório que inclui releituras de músicas de Frank Sinatra, Elvis Presley, Barry White, Luis Miguel, Tom Jobim e Roberto Carlos. Hoje (6), 22h. Tokio Marine Hall. R. Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio. R$ 120/R$ 240. Compre aqui.

Viva Dominguinhos

A terceira edição do projeto Toda Quinta presta uma homenagem ao sanfoneiro e compositor Dominguinhos (1941/2013) com uma série de shows. O primeiro deles será com a cantora Mariana Aydar, na quinta-feira (12). A celebração segue com Liv Moraes e Cosme Vieira (19/5), Mestrinho e Lulinha Alencar (26/5), Tiganá Santana e Luisa Maita (2/6), Elba Ramalho e Toninho Ferragutti (9/6) e, por fim, Anastácia (16/6). Teatro Vivo. R. Dra. Chucri Zaidan, 2.460, Morumbi. R$ 80. Ingressos aqui.

50 anos de carreira

A Banda de Pau e Corda comemora as cinco décadas de estrada com o show Missão do Cantador, no qual estão músicas como Flor D'Água, da trilha sonora da novela Maria Maria, exibida pela TV Globo em 1978, e Areia, um dos grandes sucessos do grupo. Na sexta, Zeca Baleiro faz participação especial. No sábado, o convidado é André Abujamra.  Hoje (6) e sáb. (7), 20h30. Teatro Sérgio Cardoso. R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista. R$ 35/R$ 90. Compre seu ingresso.

Rock rural

O cantor e compositor paulista Tuia apresenta no palco seu quinto álbum, Semente Que o Amor Dá. Com um som que mistura o rock rural dos anos 1970 com toques contemporâneas, o cantor dá voz a músicas como O Santo, Flores da Manhã e Semente. Hoje (6), 20h. Blue Note. Av. Paulista, 2.73. 2ª andar, Consolação. R$ 90. Ingressos aqui.

Músicas e histórias

O ator Rolando Boldrin, apresentador do programa Sr. Brasil, e o grupo carioca Casuarina se juntam no show O Samba Está na Moda. O projeto enaltece a obra de Boldrin, que completou 85 anos de idade. Entre as músicas escolhidas estão Três Heróis, uma parceria com Adoniran Barbosa que estava inédita, e Bola na Rede, composta com Gianfrancesco Guarnieri. Dom. (8), 17h. Teatro Sérgio Cardoso. R, Rui Barbosa, 153, Bela Vista. Grátis (reservar ingresso aqui).

Osesp

O Diretor Musical e Regente Titular da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Thierry Fischer, volta a seu posto depois de um breve afastamento. Ele comandará o grupo no concerto que terá o pianista Kirill Gerstein como convidado. No programa, a obra Uma Vida de Herói, de Strauss, e a estreia latino-americana de Concerto para Piano e Orquestra, de Thomas Adès. Hoje (6), 20h30; sáb. (7), 16h30. Sala São Paulo. Pça Júlio Preste, 16, Campos Elíseos. R$ 25/R$ 230. Compre seu ingresso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Comédias, clássicos e danças: confira a programação dos teatros paulistanos

Dentre os destaques, reestreia de 'Esperando Godot', de Samuel Beckett, com direção de José Celso Martinez Correa

Danilo Casaletti, Especial para o Estadão

06 de maio de 2022 | 05h00

O clássico Esperando Godot, de Samuel Beckett, com direção de José Celso Martinez Correa, reestreia no Teatro Oficina. Com 3h30 de duração, a peça conta a história de dois palhaços, Estragão (Marcelo Drummond) e Vladimir (Alexandre Borges), que se encontram em uma estrada no fim do mundo e ficam entre a paralisia e a tomada de ação. Enquanto isso, eles esperam Godot, embora não saibam quem ou o que ele é. 5ª a sáb., 20h; dom., 18h. Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona. R. Jaceguai, 520, Bixiga. R$ 25/R$ 80. Até 19/6. Ingressos aqui.

Festival italiano

A segunda edição de SCENA, Semana da Cena Italiana Contemporânea apresenta quatro produções cênicas italianas inéditas e contemporâneas no Brasil. Os espetáculos selecionados são Gentil Unicórnio (Gentle Unicorn) e O Animal (L'Animale), ambos de Chiara Bersani, Tiresias, de Giorgina Pi e Bluemotion, e Curva Cega (Curva Cieca), de Muna Mussie. Além das apresentações, haverá roda de conversas com criadores e atores. De 3º (10) a 15 de maio. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, Pompeia. R$ 20/R$ 40. Programação completa aqui.

Muita palhaçada

A companhia La Mínima, fundada pelos palhaços Fernando Sampaio e Domingos Montagner, comemora 25 anos de carreira com uma mostra de repertório que inclui as peças A Noite dos Palhaços Mudos, À La Carte e Ordinários. Neste fim de semana, serão encenadas A Noite dos Palhaços Mudos no sábado (7), às 21h, e no domingo (8), às 20h. À La Carte terá sessão apenas no domingo, às 16h.  Centro Cultural São Paulo. Sala Jardel Filho. R Vergueiro, 1.000, Paraíso. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até 15/5. 

Questões do feminino

A comédia de circo-teatro Das Cinzas Coração, da companhia Quimera Criações Artísticas, junta a atmosfera do cinema mudo com a técnicas de palhaço para contar a história de Aurora, uma jovem que tem suas habilidades subestimadas e desejos adormecidos, como tantas mulheres brasileiras. Estreia 5ª (12). 5ª a sáb., 20h. Sesc Pinheiros.  Auditório. R. Paes Leme, 195, Pinheiros. R$ 9/R$ 30. Até 21/5. Compre aqui.

Vozes da sanidade

Em formato híbrido, com sessões presenciais e virtuais, a peça Em Busca de Judith investiga as vozes femininas silenciadas pela estrutura manicomial e pelo conceito de loucura. A história tem como base a vida de Jéssica Barbosa, idealizadora do espetáculo do espetáculo ao lado de Pedro Sá Moraes, que até os 32 anos de idade pensava que a avó paterna havia morrido em um acidente de carro. 5ª a sáb., 2oh; dom., 19h. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, Metrô Brigadeiro.  Grátis (reservar aqui). Até 15/5.

Amor de Mãe

O monólogo Sorriso de Mãe, escrito por Gabriel Chalita e protagonizado por Joelson Medeiros, narra as lembranças que um filho tem com sua mãe. Em tom amoroso, ele revive momentos marcantes e traz de volta personagens que fizeram parte da história de ambos. A direção é assinada por Fernando Philbert. Estreia hoje (6). Teatro Eva Herz. Av. Paulista, 2.073, Cerqueira César. R$ 60. Até 26/6.  Compre aqui.

Stand-up

O ator e comediante Oscar Filho apresenta o espetáculo Alto - Biografia Não Autorizada, baseado em seu livro intitulado Autobiografia não Autorizada. O texto trata das desventuras de Filho desde sua infância até a parada forçada por conta da pandemia, quando ele se apresentava em um cruzeiro. Reestreia sáb. (7). Sáb., 23h. Teatro MorumbiShopping. Av. Roque Petroni Júnior, 1.089, Morumbi. R$ 60. Até 28/5. Garanta o seu ingresso.

Homenagem à Clarice

O espetáculo de dança Vinte, da Focus Cia de Dança, faz uma homenagem ao universo da escritora Clarice Lispector. Em cena, oito bailarinos, dirigidos e coreografados por Alex Neoral, representam temas como vida, morte, mulher, maternidade, amor e alma. A trilha sonora é assinada por Felipe Habib e Plínio Profeta. Sáb. (7) e dom. (8), 20h.  Teatro Alfa. R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro. R$ 50/R$ 100. Compre aqui.

Em contato com o mundo

Criação do Coletivo Ruínas, a instalação performativa de dança contemporânea Corpo Crustáceo mostra a relação do corpo humano com diferentes ambientes da natureza, como rios e áreas verdes. Com elementos cênicos como 400 quilos de pedra, a performer Michele Carolina mostra, por meio de micro movimentos, novas descobertas de sua interação com esses cenários. Hoje (6) e sáb. (7), 20h; dom. (8), 18h. Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca. Grátis (retirar 1h antes).
Tudo o que sabemos sobre:
teatroSesc Pompéiacomédia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Lina Bo Bardi e Semana de 22 são celebradas em exposição da Casa de Vidro

Também ganha destaque a mostra Black Soul do fotógrafo Glauber Bassi na Galeria Roberto Camasmie

Danilo Casaletti, Especial para o Estadão

06 de maio de 2022 | 05h00

A exposição De 22 a 72: Bardi e o Modernismo Brasileiro celebra os 50 anos da exposição Semana de 22: Antecedentes e Consequências, idealizada por Pietro Maria Bardi no MASP para o primeiro cinquentenário da Semana de Arte Moderna. Com curadoria de Renato Anelli e Eugênia Gorini, a mostra traz documentos, fotografias e desenhos, como o que Lina Bo Bardi fez para o Circo Piolin. Inauguração sáb. (7), 9h30/16h. 6ª e sáb., 10h/15h30.Casa de Vidro. R. Gen. Almério de Moura, 200, Morumbi. R$ 50. Até 2/7.

Pelas ruas de Salvador

O fotógrafo de moda paulista Glauber Bassi, há anos radicado em Milão, na Itália, apresenta a mostra Black Soul, com fotografias feitas em pontos icônicos da cidade de Salvador, como o Pelourinho, a Gamboa e o bairro Santo Antônio. As imagens dialogam com questões como o racismo e a diversidade. 2ª a 6ª, 10h30/18h; sáb., 11h/14h. Galeria Roberto Camasmie. R. Bela Cintra, 1.992, Jardins. Grátis. Até 4/6.

A natureza em foco

A exposição Frans Krajcberg: por uma arquitetura da natureza traz 160 obras, algumas inéditas, do escultor, pintor e fotógrafo polonês. Com curadoria de Diego Matos, a mostra reúne obras vindas de diversos lugares como do Sítio Natura, em Nova Viçosa, na Bahia, onde o artista realizou grande parte de sua produção. Abertura sáb. (7), 11h30. 3ª a dom., 11h/17h. MuBE. R. Alemanha 221, Jardim Europa. Grátis Até 31/7.

Em linha reta

A exposição A Dança das Horas, a primeira individual do pintor Luiz Dolino, traz 20 telas de diferentes tamanhos e 3 esculturas. Na produção do artista, feita em diferentes épocas, as linhas retas assumem o protagonismo. Inauguração: sáb. (7). 2ª a 6ª, 10h/19h; sáb., 10h/16h. Galeria Contempo. Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.644, Jardim América. Grátis. Até 21/5.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Teatro, circo e arte: opções para levar as crianças no fim de semana

Da operata PinóQuio, da Cia PeQuod, à exposição de Tim Burton no Ibirapuera, o fim de semana está recheado de novidades em São Paulo

Vanessa W. Skilnik, www.bora.ai

06 de maio de 2022 | 05h00

Estreias no teatro e uma exposição sobre Tim Burton que promete dar o que falar: o fim de semana em São Paulo está cheio de opções. Não achou o que deseja? Há mais no www.bora.ai.

Bichos Dançantes

O primeiro espetáculo infantil do grupo carioca Focus Cia. de Dança conta a história da jabuti Elisa que, quando completa 100 anos, está cansada do tradicional Parabéns a Você. Assim, ela convida oito bichos para comemorarem com ela essa data tão importante. Os bichos têm um desejo em comum: todos querem ser felizes, então, Elisa com toda a sua experiência, propõe uma grande aventura para que eles encontrem juntos a felicidade.

Teatro Alfa. 7 e 8 de maio. Sábado e domingo, 16h. R$ 40 (inteira). 70 minutos. Livre.

PinóQuio, da Cia PeQuod

A Cia PeQuod resgata a história do italiano Carlo Collodi (1826-1890), autor de As Aventuras de Pinóquio, para montar a sua primeira opereta. O Circo Collodi é o palco em que o famoso boneco, que sonha em se tornar um menino, passa por um rito de passagem marcado por reflexões sobre educação, moral, amor familiar e o culto à mentira no mundo contemporâneo. A montagem une teatro de animação, música e circo. Toda a identidade visual, cenários, figurinos e iluminação foi inspirada no circo europeu do século 19. Para a peça, 30 canções foram compostas pelo maestro e compositor Tim Rescala.

Centro Cultural Banco do Brasil. De 6 de maio a 6 de junho. Segunda-feira e sexta-feira às 19h e sábado e domingo às 15h. R$ 30 (inteira). 100 minutos. 7 anos. 

Circo no Sesc

Três unidades do Sesc estão com espetáculos circenses. Confira:

No Sesc Santana, o Cabaré Cyrklos, com Cia Tempoé, inova ao unir diferentes técnicas circenses contemporânea como números de mão a mão, equilíbrio e paradas de mãos, malabarismo, contorcionismo, acrobacias e pirâmides, roda cyr, magia e dança. Um apresentador cômico aquece o público com suas esquetes e falas divertidas, além de se apresentar com o seu número de palhaço bailarina que é o fio condutor do espetáculo.

7 e 8 de maio, sábado e domingo, das 14h às 15h. Grátis. Livre.

No Sesc Campo Limpo, a peça A Fabulosa Tenda dos Charlatães, com Desembargadores do Furgão, mescla as linguagens das máscaras balinesas, teatro popular de rua e circo tradicional, convidando o público para conhecer a divertida história de uma trupe que ganha a vida enganando as pessoas durante suas apresentações. O circo excêntrico conta com números de magia, contorcionismo, atiradora de agulhas, homem mais forte, animais fantásticos, faquires e muitas charlatanices. 

7 e 8 de maio, sábado e domingo, às 16h. Grátis. Livre.

No Sesc Paulista, o coletivo Um Café da Manhã apresenta o espetáculo Sentido Proibido com três acrobatas e um ator que em cena desafiam a gravidade e preconceitos. Os acrobatas e o ator utilizam mastro chinês, roda cyr, lira, parada de mão e máscara. 

6 e 7 de maio, sexta e sábado, às 21h e dia 8 de maio, domingo, às 18h. R$ 30 (inteira). Livre.

 

NOVAS EXPOSIÇÕES DE ARTE

A Beleza Sombria dos Monstros: 13 Anos da Arte de Tim Burton

exposição é uma releitura sensorial do livro A Arte de Tim Burton, com ilustrações do acervo pessoal do artista e de conceitos visuais de diversos filmes. A exposição segue as categorizações do livro com os temas comuns à criação do diretor e ocupa mais de 2.600m², divididos em 2 andares da Oca, com uma sala dedicada a cada uma das 14 partes do livro. Recursos audiovisuais, como  projeções em tecido, teatro de sombras, anamorfose, espelho mágico, realidade virtual (VR) e cinema 3D, tentam entrar no imaginário poético do autor.

Oca do Parque Ibirapuera. 8 de maio a 14 de agosto. Terça a domingo, das 9h às 21h. Ingressos de R$ 40 (entrada inteira de terça a sexta das 9h às 17h30) a R$ 100 (entrada VIP na exposição em qualquer horário final de semana e feriados). Recomendamos para 8+.

Manabu Mabe: Uma experiência

A mostra reúne mais de 50 obras originais pertencentes ao acervo da família do artista japonês que chegou ao Brasil em 1934 para dedicar-se à lavoura do café. A exibição faz um recorte sobre sua produção e técnicas utilizadas entre as décadas de 1940 e 1990 e traz trabalhos inéditos. Dividida em 5 alas conforme as fases do artista, também conta com uma ala imersiva para aproximar ainda mais o visitante daquele que é um dos nomes mais expressivos das artes visuais brasileira.

19º andar do Farol Santander São Paulo. 29 de abril a 31 de julho. Terça a domingo das 9h às 20h. R$ 30 (inteira). Livre. Recomendamos para 8+.

Tudo o que sabemos sobre:
teatrocircoexposiçãocriança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.