Shyamalan, intrigante e misterioso

As Apimentadas -Tudo ou

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

07 de janeiro de 2012 | 03h09

Nada

15H30 NA RECORD

(Bring It On: All or Nothing). EUA, 2006. Direção de Steve Rash, com Hayden Panattiere, Solange Knowles.

Terceiro ou quarto exemplar de uma série que havia começado com Kirsten Dunst em 2000. Trata de cheerleaders e das disputas entre garotas que querem comandar a torcida dos times de suas escolas. Reprise, colorido, 99 min.

Piano e Ganzá

19 H NA CULTURA

Brasil, 2000. Direção de Estela

Padovan.

Documentário que explora o mundo musical de Mário de Andrade, apresentando facetas menos conhecidas do autor modernista - o Mário professor de piano, o crítico de música, etc. Reprise, colorido, 54 min.

Perdidos no Espaço

21H15 NO SBT

(Lost in Space). EUA, 1998. Direção

de Stephen Hopkins, com Gary

Oldman, William Hurt, Mimi Rogers,

Matt LeBlanc, Heather Graham.

Adaptação da antiga série de TV sobre família que se perde no espaço. O vilanesco dr. Smith era o personagem preferido do público, e ainda havia o robô. Os críticos foram duros, demolindo Gary Oldman, que faz o papel, e deplorando que o diretor Hopkins tenha privilegiado os efeitos sobre a história. Mas é programa que vale (re)ver. Quem sabe, de volta à televisão, o programa cresce? Reprise, colorido, 131 min.

Proibido Proibir

22H15 NA CULTURA

Brasil, 2007. Direção Jorge Durán, com Caio Blat, Maria Flor, Alexandre Rodrigues, Edyr de Castro.

Triângulo amoroso com implicações raciais e sociais. Caio Blat e Alexandre Rodrigues disputam as atenções de Maria Flor. Um belo filme - nuançado - do diretor e roteirista Durán. Reprise, colorido, 100 min.

Faixa de Areia

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 2006. Direção de Daniela

Kallmann e Flávia Lins e Silva.

Um filme sobre a paixão do carioca pela praia. Vários dos entrevistados destacam o caráter democrático da faixa de areia e as revoluções comportamentais que o espaço propiciou. Por exemplo, a célebre imagem de Leila Diniz, grávida e de biquíni, na Praia de Ipanema, nos anos 1960. Reprise, colorido, 95 min.

Van Helsing - O Caçador de Monstros

22H45 NA RECORD

(Van Helsing). EUA, 2004. Direção de Stephen Sommers, com Hugh Jackman, Kate Beckinsale, Richard Roxburgh, David Wenham, Will Kemp, Elena Anaya, Kevin J. O'Connor.

Os críticos não gostaram nem um pouco dessa fantasia de terror sobre o célebre caçador de vampiros e também acusaram o diretor Sommers de exagerar nos efeitos (como o Stephen Hopkins de Perdidos no Espaço). Mas o filme cresce na TV e vale acompanhar o herói em sua caçada ao Conde Drácula. Reprise, colorido, 145 min.

As Duas Faces da Lei

23H10 NA GLOBO

(Righteous Kill). EUA, 2008. Direção de Jon Avnet, com Robert De Niro, Al Pacino, Curtis Jackson, Carla Gugino, John Leguizamo, Donnie Wahlberg.

De Niro e Al Pacino já haviam se defrontado, em diferentes lados da lei, em Fogo Contra Fogo, de Michael Mann, que Martin Scorsese considera um dos grandes filmes de Hollywood nos anos 1990. A história trata, aqui, da caçada a serial killer que só mata 'quem merece'. Há a suspeita de que seja um policial, fazendo justiça por conta própria. O diretor Avnet não é Michael Mann e o resultado ressente-se disso. Reprise, colorido, 101 min.

A Dama na Água

23H30 NO SBT

(Lady in the Water). EUA, 2006. Direção de M. Night Shyamalan, com Paul Giamatti, Bob Balaban, Jeffrey Wright, Bryce Dallas Howard.

Um filme estranho, bem como Shyamalan - de O Sexto Sentido e Corpo Fechado - gosta. Paul Giamatti trabalha na manutenção de um prédio de apartamentos. Ele encontra, na piscina, jovem que parece desprotegida. Existem, como se diz, camadas na história que tornam a fábula - ou o conto de ninar - complexo. No limite, é um filme sobre a linguagem. Reprise, colorido, 110 min.

Corpos Ardentes

1 H NA BANDEIRANTES

(Body Heat). EUA, 1981. Direção de Lawrence Kasdan, com William Hurt, Kathleen Turner, Richard Crenna.

O tributo do diretor e roteirista Kasdan ao filme noir criou uma expectativa em relação a ele que não foi confirmada depois. Kathleen Turner arma o jogo de sedução para que William Hurt mate seu marido. Como sempre no gênero - mas é mesmo um gênero ou um estilo de cinema? -, homens são enganados por belas mulheres (e homens e mulheres são enganados pelas aparências). Um filmaço, tórrido e sensual. Reprise, colorido, 113 min.

TV Paga

007 - A Serviço Secreto de

Sua Majestade

14 H NO TCM

A emissora faz um festival de James Bond e exibe, além deste, 007 - Viva e Deixe Morrer (16h25); 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro (18h30); 007 - O Espião Que Me Amava (20h40); e 007 Contra o Foguete da Morte (23 h). Quase 12 horas de ação, imperdível para fãs do espião com licença para matar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.