Eduardo Nicolau/AE
Eduardo Nicolau/AE

Shakira quer cantar também na Copa no Brasil

Cantora colombiana, que diz ser grande fã de futebol, espera que a Fifa a convide novamente para Copa

Por André Cardoso, AE

10 de julho de 2010 | 11h07

JOHANESBURGO - Estrela internacional, a colombiana Shakira transformou a música oficial da Copa da África do Sul num grande sucesso. Sua performance com a canção Waka Waka (This Time for Africa) é a principal atração da festa de encerramento da competição, que acontece neste domingo, no próprio Estádio Soccer City, em Johannesburgo, a partir das 13h30 (horário de Brasília) - duas horas antes da final entre Holanda e Espanha. E ela já pensa em repetir a dose daqui a quatro anos, no Mundial do Brasil.

 

Com previsão de duração de 27 minutos, a festa de encerramento promete ser uma celebração do Mundial, do futebol, dos torcedores e da própria África. Mas o momento mais esperado pelos fãs é mesmo a apresentação de Shakira, que também é a compositora da música oficial da Copa. "Waka Waka é um dos pontos altos da minha carreira. Estou muito feliz", contou a estrela colombiana, durante entrevista coletiva neste sábado, no Soccer City.

 

Depois de cantar em duas edições seguidas da Copa - esteve também na festa de encerramento na Alemanha, há quatro anos -, Shakira revelou ter virado uma grande fã de futebol. Ela, inclusive, admitiu estar torcendo pelo título da Espanha, por causa da origem hispânica. E não escondeu o desejo de voltar a fazer a música oficial no próximo Mundial, em 2014. "Espero que a Fifa me convide novamente. Se não for para cantar, vou ao Brasil para ver os jogos", prometeu.

 

SEM RISCOS - Segundo a Fifa, não há temor de que a festa de encerramento possa estragar o gramado do estádio. Tanto que a entidade até liberou o campo do Soccer City para que as seleções de Espanha e Holanda treinassem neste sábado, algo que não vinha acontecendo durante a Copa justamente para preservar a grama. Dessa vez, porém, o estado do gramado do palco da final é bem melhor.

 

INDEFINIÇÃO - A Fifa ainda não sabe se Nelson Mandela irá ao estádio para acompanhar a final da Copa. Segundo a entidade, a decisão será tomada apenas neste domingo pela família do líder sul-africano, que completará 92 anos no dia 18 de julho e está com a saúde frágil. Sua presença é muito esperada no Soccer City, principalmente porque ele não esteve no jogo de abertura da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.