Sexualidade: William Masters morre aos 85 anos

O sexólogo norte-americano William Masters morreu na última sexta-feira em um hospital do Arizona aos 85 anos, em conseqüência do Mal de Parkinson, anunciou neste domingo a porta-voz do Centro Médico de Tucson, Cláudia Reed. ?Ele estava em fase terminal da doença?, disse ela. Masters ficou famoso em 1966 ao publicar, juntamente com sua esposa, Virginia Johnson Masters, o estudo "Human Sexual Response - A Resposta Sexual Humana?. A obra, produto de 11 anos de pesquisa, fala sobre anatomia e filosofia da resposta sexual humana, Ousando ir além dos trabalhos de Freud, Ellis e Kinsey, Masters e Johnson foram capazes de registrar as reações físicas que ocorrem quando o homem e a mulher respondem à estimulação sexual. O casal criou na Universidade Washington de Saint Louis, localizada no centro do Estado de Missouri, a Fundação de Investigação de Biologia Reprodutiva, que ficou conhecida com o nome de ?Masters and Johnson Institute?. Williams e Virginia Johnson deixaram de trabalhar juntos em 1992, quando se divorciaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.