Imagem Fábio Porchat
Colunista
Fábio Porchat
Conteúdo Exclusivo para Assinante
Fábio Porchat, O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2013 | 02h10

MULHER - O que foi?

MARIDO - Tá legal, não. Tô numa posição ruim.

MULHER - Se ajeita, então.

MARIDO - Não tá dando.

Levanta a cabeça.

MULHER - Espera, meu cabelo prendeu. Pronto.

MARIDO - Deixa eu esticar

minha perna.

MULHER - Foi?

MARIDO - Foi.

MULHER - Onde a gente tinha parado mesmo?

MARIDO - Aaaai!

MULHER - Que foi?

MARIDO - Troca de lado comigo, rápido, você tá em cima do meu braço.

MULHER - Pera. Assim?

MARIDO - Isso, assim está ótimo.

MULHER - Não, mas pra mim não. Tem alguma coisa me pinicando aqui.

MARIDO - Como a gente faz

então?

MULHER - Vira você pra lá

que eu viro para cá.

MARIDO - 1, 2 , 3 e... Já!

MULHER - Agora sim.

MARIDO - Você ouviu isso?

MULHER - Isso o quê?

MARIDO - Um "track".

MULHER - Um "track"?

MARIDO - Um "treck". Acho que estalei aquele meu pé ruim.

MULHER - Doeu?

MARIDO - Não sei. Eu já não sinto meu pé há pelo menos dez minutos.

MULHER - E agora?

MARIDO - Deixa para lá, já tava ruim mesmo.

MULHER - Espera um pouco, de quem é essa mão?

MARIDO - Não sei, morde ela.

MULHER - Não alcanço.

MARIDO - Nem eu. Pra que que você queria ela?

MULHER - … que eu não reconheci e fiquei assustada.

MARIDO - Essa mão tá estranha mesmo.

MULHER - Olha só o que eu

descobri.

MARIDO - O que?

MULHER - Eu tenho uma

manchinha atrás do joelho.

MARIDO - Eu já sabia.

MULHER - Tá um pouco grande, será que não é melhor eu ir ao médico para ver isso?

MARIDO - De repente.

MULHER - Qual é o telefone do doutor Rui?

MARIDO - Vamos deixar pra ligar outra hora?

MULHER - Você ouviu isso?

MARIDO - Agora não foi meu pé.

MULHER - Não, acho que foi

a campainha.

MARIDO - Será?

MULHER - Quem será?

MARIDO - Calma, eu vou lá. Tira seu braço daqui.

MULHER - Primeiro tira sua

cabeça, para eu poder tirar... Isso. Calma, cuidado com meu cabelo.

MARIDO - Achei!

MULHER - O que?

MARIDO - Aquela sua presilha verde que você tava procurando.

MULHER - Onde estava?

MARIDO - Não sei, só sei que apareceu debaixo do meu pescoço.

MULHER - E a campainha?

MARIDO - Só falta o meu pé... Pronto!

MULHER - Ah, era no vizinho.

MARIDO - Melhor, podemos voltar de onde paramos.

MULHER - Amor...

MARIDO - Fala, coração.

MULHER - … que...

MARIDO - Eu sei. Eu também estou todo doído.

MULHER - Amanhã a gente

tenta de novo.

MARIDO - Mas sem o Kama Sutra desta vez.

MULHER - Combinado.

Tudo o que sabemos sobre:
Fábio Porchat

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.