Setor editorial fatura R$ 2,5 bilhões

O setor editorial brasileiro apresentou no ano passado faturamento de R$ 2,5 bilhões, o que representa, em termos nominais, aumento de 3,86% em relação a 2004. O dado, divulgado nesta quarta-feira, é o principal resultado da pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, promovida pela CBL (Câmara Brasileira do Livro) e pelo Sindicato Nacional de Editores de Livros e realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. Ao todo foram lançados 41,5 mil títulos e comercializados 270 milhões de exemplares. Com relação aos subsetores editoriais, o mais dinâmico foi o de didáticos, com crescimento do faturamento de 14,96% no ano, seguido pelos científicos, técnicos e profissionais, com 11,03%. O subsetor de obras gerais apresentou aumento de 4% com relação a 2004; já os religiosos tiveram decréscimo de 2,85% no faturamento. Houve ainda um expressivo crescimento na publicação de obras de autores nacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.