Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

'Sessão de Terapia' vira livro, sai em DVD e ensaia terceira temporada

Adaptação da série israelense Be Tipul, que em sua versão original teve apenas duas temporadas, a brasileira Sessão de Terapia tem boas chances de ganhar uma terceira safra. O assunto já permeia as conversas entre Selton Mello, diretor do título no Brasil, e seu produtor, Roberto d'Ávila, da produtora Moonshot, que grava a segunda temporada até o fim do mês, em São Paulo - a estreia está marcada para 7 de outubro, no canal GNT.

CRISTINA PADIGLIONE, O Estado de S.Paulo

05 de julho de 2013 | 02h08

À coluna, que visitou o set ontem, D'Ávila disse que Hagai Levi, autor do original, é absolutamente aberto a intervenções e adaptações ao gosto de cada país e não se oporia à livre criação de uma terceira temporada. "Nos Estados Unidos fizeram uma terceira temporada, mas a HBO já não vinha exibindo um episódio por dia, como no formato original, porque essa frequência foge um pouco ao hábito deles, mas acho que a ideia funciona melhor com episódios diários", falou. A cada dia da semana, o terapeuta Théo (Zécarlos Machado) recebe um paciente. A segunda temporada terá 35 episódios - 10 a menos que a primeira - e outro cenário: separado, o psicólogo se muda para um apartamento e faz do novo teto seu consultório.

10 canais infantis terão seus sinais abertos a toda a base de assinantes da Net, de hoje ao dia 14. A ideia é aproveitar as férias escolares para promover a degustação e assim fisgar novos clientes.

Prateleira. Sucesso nas plataformas de vídeo sob demanda, Sessão de Terapia sai ainda este mês em DVD e começa a ganhar uma versão em livro, a convite da editora Sextante. Com texto da roteirista da série, Jaqueline Vargas, a obra "será em formato de romance, com base na primeira temporada, narrado em primeira pessoa pelo Théo", antecipa D'Ávila. 

Francisco, o Papa das Américas é o documentário que o Discovery promete para este domingo, às 22h30. Com uma hora de duração, o programa recorre a entrevistas e imagens de arquivo para traçar o perfil do novo pontífice, conterrâneo do diretor do grupo Discovery no Brasil - o também simpático argentino Fernando Medin. Quem Matou o bom roteirista? é o mote da mesa que a Casa do Autor Roteirista promove domingo, às 10h, na Flip, em Paraty, com Alfredo Manevy, Secretário Adjunto de Cultura de São Paulo, Newton Cannito, presidente da Associação de Roteiristas, e Letícia Muhana, consultora da Globosat e diretora do Viva.

E Antonio Tabet, do Porta dos Fundos, é esperado para a mesa das 14h30, na mesma Casa do Autor Roteirista, em Paraty, para falar sobre os limites (ou não) do humor.

Quem já viu Caio Blat transformado em monge em Joia Rara, novela de Duca Rachid e Thelma Guedes que a Globo lança em setembro, na faixa das 6, jura que em nada ele deixará a desejar a um similar da vida real. Diretora-geral, Amora Mautner mais uma vez promete surpreender.

Se o retrato falasse...

Carmen Verônica e Hugo Carvana botam em dia a conversa - e não é pouca - no set do filme Casa da Mãe Joana 2. O expediente dela no longa honra seu biotipo, no papel de viúva rica, e ocorre entre uma cena e outra de Sangue Bom, a novela das 7 da Globo. (Foto: Divulgação).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.