Sesc recebe grupos de dança de diferentes regiões

Com o propósito de trazer à cidade companhias de outras regiões do Brasil, o Sesc Ipiranga dáinício hoje ao Fora do Eixo. Até sábado companhias da região Norte, Nordeste e Sudeste apresentam seus trabalhos, além de oferecer workshops e bate-papo com o público paulistano. Aentrada é franca.Segundo a idealizadora do projeto, Simone Emgbruch, a proposta é trazer para a cidade a produção feita fora das metrópoles, promovendo a circulação das companhias. "A idéia éproporcionar o intercâmbio entre os grupos, algo que com certeza contribui para enriquecer a nossa produção", diz. A programação conta com duas companhias independentes - Cia. Dita Dança e Homem Cia. de Dança - e a Cia. de Dança do Amazonas, que tem apoio do governo. Para abrir as atividades, oespetáculo De-Vir, da Cia. Dita Dança de Fortaleza. A coreografia é inspirada na obra Os Monstros, do português José Gil.Amanhã é a vez da Homem Cia. de Dança, deVitória, mostrar Choque. A coreografia é assinada por Gil Mendes, que aborda na dança os diversos significados da palavrachoque aplicados na vida. Traços, criada por Henrique Rodovalho para a Cia. de Dança Amazonas, fecha a programação. Fora do Eixo - Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, Ipiranga, 3340-2000. De hoja a sábado, às 21 horas. Grátis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.