Jan Kricke/Divulgação
Jan Kricke/Divulgação

Sesc Pompeia terá festival Jazz na Fábrica em maio

Estão confirmados os nomes de três atrações norte-americanas: o veterano saxofonista Archie Shepp, a cantora Dee Dee Bridgewater e a banda Bad Plus

AE, Agência Estado

05 Abril 2011 | 10h36

Mulatu Astatke, ícone do ethio-jazz, e sua jovem banda fizeram dois shows antológicos no mês de março no Sesc Vila Mariana. Antes dele, outra figura lendária, o nonagenário Yousef Lateef, arrebatou o público que lotou o Sesc Pompeia em fevereiro. Se estas duas atrações caíram como rituais de elevação de espírito nos fãs de jazz, outra boa notícia "para lavar a alma", como se diz, é que o mês de maio, do dia 7 ao dia 29, vai ser tomado por esse gênero de música na Pompeia, com o festival Jazz na Fábrica.

Ainda falta uma atração internacional para completar o elenco, mas estão confirmados os nomes de três atrações norte-americanas - o veterano saxofonista Archie Shepp, a cantora Dee Dee Bridgewater e a banda Bad Plus, que já tem público cativo na cidade -, além de grupos da Holanda e da Suécia e muitos brasileiros.

São várias vertentes do jazz, desde o tradicional, o experimental e o free jazz até fusões com pop e eletrônica e música brasileira. Uma das mais fortes atrações nacionais é o tributo a Moacir Santos (1926-2006), com a fantástica Orquestra Ouro Negro, projeto idealizado por Mario Adnet e Zé Nogueira.

Temas de Moacir também estão no repertório do Zerró Santos Big Band Project. Além dessas duas superbandas, haverá outra grande reunião de feras do instrumental brasileiro, Toninho Horta, Arismar do Espírito Santo, Robertinho Silva e Heraldo do Monte, no show Bons Amigos.

O Jazz na Fábrica também terá encontros inéditos de bandas paulistas com estrangeiras: Hurtmold e Fire! (da Suécia), André Marques Sexteto e Blazin? Quartet (Holanda), Bodes e Elefantes e Knalpot (Holanda). Leny Andrade canta os sucessos de sua carreira com a Banda Sambop.

Além dos shows, o evento terá jam sessions aos sábados na choperia, com Arismar do Espírito Santo e convidados (dia 7), Filó Machado e convidados (dia 14), Djalma Lima e convidados (dia 21) e Quarteto Tempo e convidados (dia 28). Durante as tardes dos fins de semana, grupos de "street jazz" se apresentam na rua central do Sesc Pompeia. O pianista André Marques e a flautista Léa Freire darão workshops para músicos profissionais e amadores e Carlos Calado fará uma palestra dando um panorama da evolução do jazz. Os ingressos vão custar no máximo R$ 32. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
música jazz festival

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.