Série de pouca audiência pode ser a grande vencedora do Emmy

'Mad Men' pode levar prêmio de melhor série da categoria da TV americana; premiação acontece neste domingo

Fernando Mexía, da Efe,

21 de setembro de 2008 | 19h41

Com o apoio da crítica e dois Globos de Ouro, o drama "Mad Men" pode levar neste domingo, 21, na 60ª edição do Emmy, o prêmio de melhor série da categoria da televisão americana, apesar de seus baixos índices de audiência. O relato sobre as relações humanas e trabalhistas em uma prestigiosa agência de publicidade nova-iorquina da década de 60 é o favorito para vencer este ano o principal Emmy da noite, que em 2007 passado ficou com a já clássica "Família Soprano."  Veja também:Galeria de fotos do Emny Lista dos indicados nas principais categorias Heidi Klum, Tom Bergeron, Howie Mandel, Ryan Seacrest e Jeff Probst chegam a premiação. Foto: AP Este ano, os canais da TV a cabo igualam os abertos em indicações a essa categoria do Emmy, promovido pela Academia de Artes e Ciências Televisivas dos Estados Unidos desde 1949. Além de "Mad Men", da "AMC", a série de advogados "Damages", da "FX Networks", e "Dexter", da "Showtime", entram na disputa pelo trono de melhor drama, da qual também participam "Boston Legal - Justiça Sem Limites" ("ABC"), "Lost" (ABC) e "House" ("Fox"), embora estas três últimas não estejam entre as apostas dos especialistas. Tudo indica que, assim como aconteceu com "Família Soprano" (transmitida pela "HBO" americana), novamente um canal fechado levará essa categoria, embora "Damages", protagonizada por Glenn Close, não seja a única a contar com o suporte de um boa audiência. A série, que tem Close como favorita ao Emmy de melhor atriz de série dramática, obteve uma média de cinco milhões de espectadores por capítulo, enquanto "Dexter" registrou índices próximos a um milhão, apesar de ter ultrapassado os sete milhões quando começou a ser transmitida pelo canal aberto "CBS" em fevereiro. Os números do provável melhor drama, "Mad Men", também não entrarão para a história da televisão, já que menos de um milhão de pessoas acompanharam a trama destes homens de negócios em sua primeira temporada. O fato de a série ser transmitida por um canal a cabo limita sua audiência, embora "Família Soprano", disponível apenas para clientes pagos, tenha conseguido atrair mais de nove milhões de espectadores por capítulo em sua última temporada. "Mad Men" começou a despertar a atenção do público após conseguir o Globo de Ouro de melhor série dramática e melhor ator protagonista (Jon Hamm) na última edição do prêmio. Suas 16 indicações ao Emmy confirmaram esta "desconhecida" série como um dos grandes produtos televisivos dos EUA. Esta publicidade fez dois milhões de pessoas se animarem a ver a estréia de sua segunda temporada em julho, embora o número seja muito inferior aos 16 milhões de espectadores que "Lost" obteve em seu ano estréia, aos nove milhões que assistem em média a "Boston Legal" e aos seis milhões que acompanham a série "House". O anunciado sucesso de "Mad Men" na cerimônia do Emmy, que acontece neste domingo em Los Angeles, pode desmotivar o grande público, que em sua maioria nunca assistiu à série, a acompanhar a premiação, que será transmitida pela "ABC." Vencedores A série  "Mad Men" ganhou o Emmy de melhor drama do ano. A série "30 Rock" ganhou o Emmy de melhor roteiro para comédia, pelo episódio "Cooter", de Tina Fey, e o Emmy de melhor comédia do anoA produção "Recount" ganhou o Emmy de melhor filme para a TV. O Emmy de melhor direção em filme para TV também foi para a produção. A minissérie "John Adams" ganhou o Emmy de melhor roteiro do ano da categoria e o de melhor minissérie. O ator Jeremy Piven, o Ari Gold, da série "Entourage", ganhou Emmy de melhor coadjuvante do ano na categoria comédia. A atriz Jean Smart, a Regina Newly, da série "Samantha Who?", ganhou o Emmy de melhor coadjuvante do ano na categoria comédia. A atriz Eileen Atkins, de "Cranford -Masterpiece", ganhou o Emmy de melhor coadjuvante do ano emminissérie ou filme para TV. O ator Zeljko Ivanek, o Ray Fiske, da série "Damages", ganhou o Emmy de melhor coadjuvante do ano na categoria drama. O ator Jeremy Piven, o Ari Gold, da série "Entourage", ganhou o Emmy de melhor coadjuvante do ano na categoria comédia. A atriz Laura Linney ganho o Emmy de melhor intérprete do ano em minissérie ou filme para TV. O programa "The Daily Show With Jon Stewart" ganhou, pelo segundo ano consecutivo, o Emmy de melhor do ano na categoria musical, variedades ou comédia.  (Matéria atualizada às 23 horas) 

Tudo o que sabemos sobre:
EmmyMad Men

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.