Seriado de Falabella é a nova atração da Globo

No final do ano passado muitos autores tentaram abrir uma brecha na concorrida agenda noturna da Globo, mas só havia uma vaga. O vencedor, quem definiu, foi o Ibope. Exibido em 29 de dezembro, o seriado Toma Lá da Cá marcou audiência média de 32 pontos, número só inferior ao índice registrado pelo concorrente Os Amadores, que chegou aos 35. Ainda que Os Amadores tenha sido o especial de fim de ano mais visto, não pode voltar ao ar por questões práticas: Murilo Benício, um dos protagonistas, estará gravando a próxima novela das sete quando o novo sitcom estrear, em agosto. Para Toma Lá da Cá, não há impedimentos. Criada pela afinada dupla Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa, a trama traz gente menos ocupada com folhetins, como Diogo Vilela e Débora Bloch. Adriana Esteves também participa. Inicialmente, estão previstos 12 episódios inéditos, inspirados na mesmo tema que garantiu o sucesso da atração em dezembro: o relacionamento familiar. Na história, dois casais se separam e trocam de parceiros. As brigam começam quando as famílias passam a ser vizinhas. Os personagens dividem tudo: enteados, filhos e até a empregada doméstica. Conhecidos pelo humor ácido e inteligente que garantiu o bom desempenho da novela A Lua me Disse, exibida recentemente pela Globo na faixa das sete, os autores prometem divertir o público mais uma vez. Falabella, que além de escrever o texto também atua no seriado, já chegou a dizer que vai criar situações engraçadíssimas e que os casais vão viver sempre em crise. Segundo ele, brasileiro gosta mesmo é de rir. A direção é de Mauro Mendonça Filho.

Agencia Estado,

08 de março de 2006 | 10h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.