'Ser modelo danifica o cérebro, mas dá dinheiro', diz Kate Moss

Top inglesa afirma ainda que gosta de ser muito rica, 'mas nunca ostento minha conta bancária com amigos'

Ansa,

18 de julho de 2008 | 17h49

Segundo Kate Moss, a profissão de modelo "danifica o cérebro". A polêmica top model inglesa fez essa afirmação em uma entrevista exclusiva concedida à revista Vogue e reproduzida nesta sexta-feira, 18, no tablóide britânico Daily Mirror. Veja também:Kate Moss termina com Jamie Hince após 10 meses de namoro A modelo confessa que não deseja ainda mudar seu estilo de vida, mas se sente compromissada com o papel de mãe de família. "Sou como uma menina de 17 anos", conta, "não entrei ainda na meia-idade. É verdade que tenho casa e família, mas ainda tenho vontade de me divertir, mesmo quando estou trabalhando".  Na mesma entrevista, Kate Moss afirma que "ser uma modelo danifica o cérebro, mas ao mesmo tempo faz ganhar muito dinheiro". E sobre a riqueza, a modelo frisa: "Eu gosto de ter muito dinheiro, mas nunca ostento minha conta bancária com os amigos". A top model conta que quer comprar um jato particular que vai chamar de Kate Express e que também vai servir para lançar sua próxima coleção de roupas. Diz também que ama as viagens de carro e que sua próxima compra será um Rolls-Royce Corniche da década de 70. O preço certamente não será um problema. Seu patrimônio está estipulado em um valor em torno de 57 milhões de euros. Diversões à parte, Kate Moss afirma que seus deveres como mãe - tem uma filha de 5 anos, Lila Grace, com o ex-namorado Jefferson Hack - "vêm antes de tudo".

Tudo o que sabemos sobre:
Kate Moss

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.