"Senhora" dá a Renata Sorrah sua primeira vilã

Louca de pedra e má como bruxa de conto de fadas. É assim Nazaré que Renata Sorrah ostenta toda noite em Senhora do Destino. A ladra de criança é a primeira vilã na carreira de 34 anos de Renata que, segundo ela, é repleta de mulheres "surtadas", porém nunca de assassinas. Em entrevista ao Estado, a atriz diz que aguarda o grande momento do duelo com a antagonista Maria do Carmo (Suzana Vieira).Estado - Nazaré está chamando para si o ódio nacional. Era isso o que queria? Renata Sorrah - Não, o que eu quero é fazer bem a personagem. Se bem que a raiva que as pessoas tiverem de mim será indício de que estou fazendo uma Nazaré convincente. Ela é uma perfeita maléfica, mas é passional, por isso faz tantas trapalhadas.Na sua galeria de personagens, qual é o ranking das malvadas? Em 34 anos de TV, Nazaré é a minha primeira vilã. Ela é a pior de todas porque rouba criança!Por que especializaram você em mulheres problemáticas? Sempre fiz mulheres surtadas. Eu lido bem com esses tipos que têm picos de adrenalina, mulheres que têm inquietações. Você considera Heleninha Roitman (da novela Vale Tudo) a sua melhor personagem? É a mais famosa, mas fiz outras muito boas. Leonor, de Brilhante, Pilar Batista, de Pedra sobre Pedra, e Carolina Dávila, de Roda de Fogo. Qual será o grande momento de Nazaré na novela?Será o grande duelo entre ela e Maria do Carmo (Suzana Vieira). O momento em que a filha terá de decidir entre a mãe biológica e a que a criou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.